A terapêutica da Obesidade Infantil

Há um contínuo crescimento da obesidade infantil nos dias atuais. Cada vez mais os pais nos procuram preocupados com o aumento gradativo de peso dos seus filhos e sem saberem o que fazer para evitar que isso aconteça ou até mesmo sem saber o que fazer depois que a criança já esta obesa para reverter este quadro.

A obesidade infantil deve ser vista sobre o prisma psicológico que pergunta: o que está faltando para esta criança?

A terapêutica da obesidade infantil é possível a partir dos 8 anos de idade, que é quando a criança já tem clareza de ideias, uma percepção melhor das coisas e dos fatos que acontecem ao seu redor. Quando ela já sabe diferenciar o certo do errado.

Para que seja realizado um trabalho positivo, com transformação e resultados, é necessário entender a história desta criança, o contexto que ela está inserida, mudanças que ocorreram repentinamente na vida dela, entre várias outras causas, como por exemplo saber quais foram as dificuldade que ela já passou até hoje por causa do seu peso. Saber qual é o relacionamento que esta criança tem com os amigos na escola, se ela sofre bulling por causa do seu estado atual. Como os pais se comportam quando esta criança está se alimentando. Enfim, há uma infinidade de questões emocionais a serem investigadas.

Quando a criança vem apresentando ganho de peso, fica evidente que hábitos errados referentes a alimentação estão dentro da casa dela. Afinal, a criança não tem autonomia de fazer sua própria comida e nem mesmo de sair para compra-la, sem o aval dos próprios pais/responsáveis. Ela não deve fazer suas próprias escolhas sobre a alimentação e sim, se nutrir do alimento que os responsáveis lhe oferecem.

Precisamos avaliar de quem é a responsabilidade, comprometimento e até mesmo a culpa por esta criança estar acima do peso considerado saudável.

A terapêutica da obesidade engloba o todo. Todo o sistema em que está inserida esta criança, para tanto, é necessário tratar os hábitos alimentares da família como um todo e não apenas da criança em separado.  A transformação com a criança é linda e rápida, mas, a família tem que participar para alcançarem a transformação. Normalmente, as sessões são separadas para que todos possam se abrir, falarem de suas angustias e posteriormente se conectarem entre si.

Primeiramente é ouvido a criança que através de desenhos, jogos lúdicos e entrevistas estruturadas, diz muito sobre ela mesma.  Posteriormente ouve-se os pais e responsáveis.

Na sequência deste processo, é explanado para os pais o sofrimento desta criança, em que momentos ela se angustia, o quanto sente de dor, o que ela ouve dos amiguinhos, como ela se sente. Este feedback é necessário porque os pais não percebem o que está acontecendo com os sentimentos e os pensamentos desta criança. Os pais ficam a vida inteira sem saber o que se passa na MENTE dessas crianças, no estrago que está acontecendo com seus filhos por causa do excesso de peso.

Os benefícios da terapêutica da Obesidade são:  a Transformação mental consciente, aprender a se alimentar por fome física e não por fome emocional, ou seja, mudar a Mente Gorda da pessoa e trazendo-a para uma alimentação correta e saudável, emagrecer é consequência disto tudo! É este o nosso trabalho na clínica, fazer esta transformação.

Uma criança que hoje está acima do peso, certamente se tornara um adulto obeso e com problemas de baixa autoestima e depressão! Se podemos evitar tudo isto, porque vamos permitir que nossos filhos sofram hoje e futuramente?

Diretora técnica da Conecta Vitta Clinic, Psicóloga Clínica, Hospitalar e Organizacional, Coach de Emagrecimento e de Relacionamento.