Um acordo firmado no final da tarde de sexta-feira (28), entre a Procuradoria Geral do Estado (PGE), o Ministério Público do Estado do Paraná (MPE-PR) e a Defensoria Pública do Estado do Paraná coloca fim às ocupações dos colégios estaduais de Curitiba. Pelo acordo, todas as unidades da capital ocupadas pelos alunos, que protestam contra a proposta do Governo Federal de reforma do ensino médio, serão desocupadas até amanhã, segunda-feira (31).

O acordo, que foi assinado em reunião com a participação de um grupo de estudantes, contém item específico para o Colégio Estadual do Paraná. No caso do Estadual, o Governo do Estado abriu mão de executar a reintegração de posse nos próximos dez dias, dando continuidade, dentro deste prazo, às negociações com os estudantes para que a desocupação ocorra de forma pacífica.

Assinaram o acordo o defensor público-geral, Sérgio Roberto Rodrigues Parigot de Souza, que representa os estudantes; o procurador-geral do Estado, Paulo Rosso; e o procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia.

Com a decisão negociada, fica aberto o caminho para que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sejam realizadas normalmente nos dias 5 e 6 de novembro para os alunos destes colégios.