Acupuntura: Saúde e Equilíbrio!

Acupuntura é uma terapêutica Oriental que age na raiz do problema, trata o ser humano como um todo e não apenas sintomas. O resultado é o equilibro e bem estar da mente, do corpo e emoções.

É um ramo da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) que reconhece as leis do funcionamento do nosso corpo e sua interação com o ambiente e com a natureza. Essa é sua base.

Com essa abordagem a Acupuntura e a MTC mantém a saúde e também trata todas as doenças e desequilíbrios.

A MTC também utiliza: Fitoterapia, Dietoterapia, Ventosoterapia, Auriculoterapia, Moxabustão, práticas físicas (exercícios integrados de respiração, circulação de energia e meditação como: Chi Kung, Tai Chi, Lian Gong e algumas artes marciais), entre outras.

Começou a se desenvolver há mais de cinco milênios, 4.500 anos antes das tradições científicas do Ocidente, em uma cultura de visão única do mundo, com um entendimento do corpo e das doenças diferente do Ocidente.

E após séculos de avaliações a MTC sobreviveu à prova do tempo. Continua a ser parte integral do sistema de saúde na China e é praticada em conjunto com a medicina ocidental em muitos hospitais.

Dois conhecimentos em busca de um resultado em comum: saúde e equilíbrio.

Apesar das resistências e julgamentos, a Acupuntura se estabeleceu aqui no Ocidente a partir de seus sucessos; na prática importa o que sucede e ela é bem sucedida!

Para muitos ocidentais, a Acupuntura parece complicada e esotérica. Acham intimidadoras as agulhas e discussões sobre Yin e Yang e energia vital (Qi). Na verdade, ela é extremamente direta e de fácil compreensão. Baseia-se na natureza, nos conhecimentos antigos e corretos sobre recursos de cura do próprio organismo.

Através de acesso em pontos específicos no corpo com agulhas ultra finas e especificas a Acupuntura é capaz de regular e restaurar o fluir natural da energia do corpo”.

Atualmente a Acupuntura no Brasil pode ser aplicada por Acupunturistas, profissionais que estudaram e são capacitados, que se especializam em Acupuntura nas escolas e faculdade devidamente preparadas.

O paciente é livre para escolher o Acupunturista que achar mais indicado para trabalhar com ele em busca de seu equilíbrio e saúde. A individualidade do Acupunturista bem como a disposição do paciente tem um efeito enorme sobre a eficácia do tratamento.

Ser Acupunturista é oferecer com competência seu conhecimento, fazer uso de suas palavras, atitudes e coração. Ver o paciente como um ser humano que procura e quer evoluir e isso é essencial”.

REFERÊNCIAS:

CANÇADO, Juracy. Disponível em: www.fatimahborges.com.br/artigos.

HICKS, Ângela.; HICKS, John.; MOLE, Peter. Acupuntura Constitucional dos Cinco Elementos. Rocca, 2007.

ZHAO, Xiaolan. Sabedoria Chinesa: para a saúde da mulher. Nova Era, 2009.

Terapeuta acupunturista e proprietária da Estação de Arte e Cura Sereni Gayatri, com o propósito de amparar sua jornada e elevar a consciência.