Felipe Alves brigou muito, mas não deu. Robson Mafra

Adeus invencibilidade

O jogo não foi bom. O resultado também não. O Paraná Clube, após quatro jogos, voltava para Vila Capanema. Desta vez, o alçapão não funcionou e o Tricolor sofreu a sua primeira derrota como mandante, nesta temporada. O Guarani fez 1×0, com Brian Samúdio, e se manteve nas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro da Série B. “Jogamos muito abaixo. A cobrança do torcedor é normal. Mas, vamos reagir”, disse o técnico Cristian de Souza.

No início, o Paraná até sinalizou que manteria o mesmo desempenho de outros jogos na Vila. Com uma sequência de escanteios, pressionou o adversário. Mas, não foi além disso. Aos 19 minutos, Eliandro foi lançado e Richard teve que sair da meta para cortar. Aos 34, Brock fez o corte e tocou para Felipe Alves, que arrancou e tocou para Robson, mas o chute foi longe do gol. Pouco depois, num cruzamento de Matheus Carvalho, Biteco tentou o voleio, mas não acertou a pontaria.

No segundo tempo, logo aos 7 minutos, o Guarani abriu o placar. Na cobrança de escanteio, Samúdio se livrou da marcação e, de cabeça, conferiu: 1×0. O Paraná até poderia ter empatado, mas Felipe Alves, de cabeça, acertou a trave. Mesmo com todas as mudanças, o Tricolor não conseguiu reagir e o jogo seguiu sem grandes lances, até o apito final do árbitro. “Nossa taxa de concentração estava lá embaixo. Temos alguma dificuldade para propor o jogo, mas temos que buscar soluções imediatas”, concluiu Cristian. Na terça, o Paraná encara o Náutico, em Recife.

Fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.