Jogadores fazem a festa no Couto Pereira. Paraná Clube/Divulgação

Agora é Série A

A vitória não veio, mas o empate por 1×1 frente ao Boa Esporte-MG – com direito a quebra de recorde de público no Couto Pereira – fechou com chave de ouro uma temporada vitoriosa e que entra para a história do Paraná Clube. Após dez anos ralando na Série B, o Tricolor, enfim, retorna à elite do futebol brasileiro. De quebra, o goleiro Marcos viu uma grande festa para a sua última partida como atleta profissional. Às lágrimas, foi ovacionado pela torcida e pelos companheiros: um exemplo de caráter e comprometimento.

O acesso garantido antecipadamente e a despedida dos gramados do ídolo Marcos arrastaram quase 38 mil pessoas ao estádio Couto Pereira. Um jogo festivo e que serviu para a massa paranista extravasar toda a felicidade pelo retorno do seu clube de coração à Série A. A festa foi digna do feito obtido pelos atletas e pela diretoria tricolor. Com coerência de decisões e apostando num ambiente estritamente profissional, o Paraná deu um passo decisivo para recuperar o seu prestígio no cenário nacional.

O resultado, em si, não tinha grande importância. Mas, o grupo estava focado em fechar o ano com mais uma vitória. Assim, partiu pra cima do Boa, que visivelmente veio a Curitiba para se fechar e jogar exclusivamente no erro do adversário. Logo aos 5 minutos, Robson foi lançado, entrou na área e, na saída do goleiro, mandou para a rede. O árbitro, porém, anulou o gol, assinalado impedimento do atacante paranista. Logo depois, aos 12, foi a vez de Maidana, na área, tentar o gol, mas a zaga mineira afastou o perigo.

Robson e Eduardo Brock ainda teriam duas boas chances, aos 38 e aos 41 minutos, respectivamente. O primeiro tempo terminou sem gols. Logo no início da etapa final, Matheus Costa tentou dar mais velocidade ao time com a entrada de Vitor Feijão. Aos 17 minutos, num contra-ataque rápido, Robson recebeu na esquerda e cruzou, mas Leandro Vilela não finalizou e permitiu que a zaga do Boa afastasse o perigo.

Matheus, buscando um time ainda mais ofensivo, colocou Felipe Alves e Minho. Mas, foi o Boa quem abriu a contagem. Aos 33 minutos, Rodolfo foi lançado e, na saída de Marcos, bateu firme no canto direito: 1×0. O Tricolor quase empatou com Brock, de cabeça. Mas, o gol que fechou a temporada veio apenas nos acréscimos. Aos 47 minutos, Felipe Alves fez a jogada pela esquerda e rolou para Robson encher o pé e definir o placar do jogo: 1×1. Explosão da torcida do azul, vermelho e branco, aos gritos de “Ah…O Paraná é Série A!”

Fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.