Atletas de 14 a 65 anos vão disputar a 3ª etapa da Copa Curitiba de Ciclismo

A Avenida Doutor Dário Lopes dos Santos, no Jardim Botânico, vai virar pista para a disputa da 3ª etapa da Copa Curitiba de Ciclismo de Estrada 2018, na manhã de domingo (30/9),. A largada será às 8h e 200 atletas vão competir nas categorias infantojuvenil, juvenil, júnior, paraciclismo e máster. Também haverá disputas no feminino.

Organizada pela Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) a competição tem supervisão da Federação Paranaense de Ciclismo e vai reunir atletas de 14 a 65 anos.

“Neste ano ampliamos o calendário do ciclismo na cidade e estamos com um conceito novo, inédito. No final da última etapa teremos o ranking com os atletas campeões do ciclismo em Curitiba nas 23 categorias”, explicou Adir Romeu, coordenador do Ciclismo da Smelj.

Todas as provas são gratuitas e a última etapa será no dia 25 de novembro, quando serão conhecidos os primeiros do ranking.

Trânsito

Para a disputa da 3ª Etapa da Copa Curitiba de Ciclismo, a Avenida Doutor Dário Lopes dos Santos será bloqueada para o trânsito de veículos, entre as ruas Conselheiro Laurindo e Engenheiro Ostoja Roguski, na manhã de domingo (30/9).

A largada será na Dário Lopes dos Santos na esquina com a Comendador Franco (Avenida das Torres). Todo o trajeto – as provas têm 20, 24 e 40 quilômetros dependendo da categoria – é feito na Dário Lopes dos Santos. A via é separada por cones para definir os sentidos que os atletas têm que seguir. Cada volta na pista completa tem quatro quilômetros.

Jovens incentivados

A Copa Curitiba de Ciclismo é na disciplina estrada e segue a modalidade critério, com mesmas regras usadas pela Federação Paranaense de Ciclismo. A cada volta os atletas somam pontos, os oito primeiros colocados por bateria também somam pontos e quem chegar na frente vence e acumula mais pontos. Toda a pontuação será usada para definir o ranking após a última etapa.

“São competições sadias que estão movimentando a cidade, além de incentivar os jovens na prática do ciclismo. Todos fazem pontuação nas provas. Isto estimula os atletas em todas as etapas”, explicou Romeu.

Os jovens atletas que participam do programa Escola + Esporte = 10 (EE10), de iniciação esportiva da Smelj, também vão participar. “Esse é um dos objetivos da Copa Curitiba de Ciclismo, incentivar, difundir a prática do ciclismo e descobrir novos talentos”, definiu Romeu.

Os regulamentos, notas e resultados das outras etapas da Copa Curitiba de Ciclismo de Estrada 2018 estão disponíveis aqui neste link.