Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial

Atlético Paranaense e Coritiba empatam pelo Campeonato Brasileiro

No último clássico Atletiba desta temporada, Atlético Paranaense e Coritiba se enfrentaram na manhã deste domingo (10), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Disputada no Caldeirão, a partida terminou empatada em 1 a 1. Felipe Gedoz marcou o gol rubro-negro, no jogo em que contou com quatro bolas atleticanas na trave.
 
Com o empate, o Furacão chegou aos 31 pontos. O próximo desafio do Rubro-Negro será diante do Fluminense. O duelo acontece no domingo (17), novamente no Caldeirão, às 16h.
 
O jogo
 
O primeiro tempo do clássico foi quase todo rubro-negro. Desde os primeiros minutos buscando o ataque, o Furacão chegou com perigo aos 16 minutos. Guilherme fez ótimo lançamento para Lucho. A bola correu demais e ficou com o goleiro.
 
Aos 23 minutos, em tentativa de cabeça, Ederson acertou a rede pelo lado de fora. Seis minutos depois, outra grande chance atleticana. Nikão cobrou escanteio da esquerda, Paulo André mandou de cabeça e acertou a trave esquerda de Wilson.
 
Lucas Fernandes apareceu bem em duas oportunidades aos 38 minutos. Na primeira, recebeu de Jonathan e bateu cruzado. Wilson fez na defesa. Na segunda, foi derrubado na área por Alan Santos. Nikão foi para a cobrança do pênalti, deslocou o goleiro, mas acertou a trave.
 
Na única chegada do Coritiba na primeira etapa, o time visitante abriu o placar. Werley aproveitou falta lateral e desviou para o gol, aos 44 minutos.
 
Assim como aconteceu no primeiro tempo, o Rubro-Negro voltou do intervalo criando as principais jogadas ofensivas do clássico. Logo aos três minutos, a bola sobrou para Lucas Fernandes na direita. O atacante mandou para o gol e o goleiro defendeu.
 
Wilson fez mais uma grande defesa, aos 15 minutos. Nikão cobrou escanteio, Paulo André mandou de cabeça e o goleiro espalmou. Dez minutos depois, Felipe Gedoz tentou de falta e a bola acertou a trave outra vez.
 
De tanto pressionar, o Rubro-Negro chegou ao empate. Aos 38 minutos, Felipe Gedoz tabelou com Guilherme e foi derrubado na área. Outro pênalti para o Furacão. O próprio Gedoz foi para a bola e, com tranquilidade, marcou o gol.
 
Ribmar ainda teve três oportunidades no final da partida. Aos 43 minutos, viu o goleiro Wilson defender chute cruzado. Três minutos depois, o atacante recebeu lançamento de Guilherme e mandou de primeira. A bola parou da trave pela quarta vez. Aos 49 minutos, Ribamar tentou de cabeça e o goleiro adversário defendeu.
 

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.