Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial

Atlético Paranaense é superado pela Ponte Preta

Com o resultado, o Rubro-Negro permanece com 17 pontos, na 16ª posição.

O Furacão volta a campo na próxima quinta-feira (27), novamente como mandante, para enfrentar o Grêmio, pela Copa do Brasil. O próximo compromisso pelo Brasileirão é diante do Vasco, na segunda-feira (31), em Volta Redonda (RJ).

Primeiro tempo
A primeira chance de gol foi atleticana. Aos 5 minutos, Rosseto bateu falta pela direita e levantou na área. Ribamar tocou de cabeça e a bola saiu à esquerda do gol.

Três minutos depois, mais uma oportunidade rubro-negra no jogo aéreo. Nikão bateu escanteio pela direita, Pablo apareceu no primeiro pau e cabeceou por cima do travessão.

Na bola parada, o Furacão chegou com perigo mais uma vez aos 13’. Nikão bateu falta pela esquerda e colocou a bola na cabeça de Ribamar, que tocou pela linha de fundo.

O Rubro-Negro controlava a partida e aos 20’, Rosseto cruzou no segundo pau para Nikão, que tocou de cabeça. O goleiro Aranha espalmou pela linha de fundo.

Aos 26’, Thiago Heleno lançou para Nikão, que tocou para Ribamar na área, mas o lateral Jeferson chegou antes e fez o desarme.

Outra chance atleticana aconteceu aos 32’. Rosseto bateu rasteiro de fora da área e Aranha colocou pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio de Nikão, Thiago Heleno ajeitou de cabeça e Paulo André bateu no meio do gol. Aranha segurou firme.

Segundo tempo
O Furacão voltou do intervalo com Matheus Anjos no lugar de Douglas Coutinho. Mas foi a Ponte Preta quem abriu o placar. Aos 6’, Renato Cajá ganhou a bola no meio e tocou para Lucca marcar.

O Atlético Paranaense chegou com perigo pela primeira vez aos 10’. Rosseto tocou para Pablo, que bateu forte de fora da área. Aranha defendeu, Matheus Anjos aproveitou o rebote e o goleiro da Ponte fez mais uma boa defesa.

Aos 22’, o técnico Fabiano Soares colocou Eduardo da Silva no lugar de Pablo. E o atacante atleticano quase marcou em sua primeira participação. Ele aproveitou um cruzamento de Matheus Anjos e acertou uma boa cabeçada, mas Aranha defendeu.

A terceira substituição atleticana aconteceu aos 30’, com Felipe Gedoz no lugar de Nikão. E foi dos pés de Gedoz que saiu uma das melhores chances rubro-negras. Aos 37’, ele tocou de calcanhar para Eduardo da Silva, que chutou forte de fora da área. Aranha colocou para escanteio.

Aos 41’, Gedoz apareceu mais uma vez, com um belo chute de fora da área, que passou raspando a trave. Aos 43’, Gedoz chutou cruzando, de canhota, exigindo mais uma boa defesa de Aranha.

Mas a pressão atleticana não deu resultado e a Ponte Preta ainda marcou mais um. Aos 48’, Eduardo da Silva derrubou Jadson na área. Lucca bateu e fechou placar.

Fonte: site oficial do Atlético Paranaense

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.