Atlético Paranaense empara com o Botafogo na Arena

O Atlético Paranaense recebeu o Botafogo na noite desta quinta-feira (20), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, e empatou em 0 a 0.

O Rubro-Negro teve o domínio da partida, criou boas oportunidades de gol, mas não conseguiu marcar. Já o adversário praticamente não ameaçou o gol defendido por Weverton e abusou da cera.

O Furacão chegou a 17 pontos e fechou a rodada na 16ª posição. O time atleticano volta aos gramados no próximo domingo (23), novamente em casa, contra a Ponte Preta.

Primeiro tempo
A primeira chance de gol atleticana foi aos 4 minutos de jogo. Sidcley avançou pela esquerda e cruzou na cabeça de Pablo. O atacante rubro-negro foi preciso no cabeceio, mas o goleiro Jefferson fez boa defesa.

O Furacão controlava a posse de bola e aos 17’, em mais um cruzamento de Sidcley, Douglas Coutinho desviou de cabeça, por cima do travessão.
Outra boa oportunidade rubro-negra aconteceu aos 24’, quando Pablo tocou para Sidcley na entrada da área. O lateral atleticano cortou para o meio, arriscou o chute e a bola saiu raspando a trave.

Aos 30’, após um escanteio para o Botafogo, a bola sobrou para Nikão, que puxou o contra-ataque, invadiu a área e rolou para Jonathan, que sentiu a perna direita e não conseguiu alcançar. Lesionado, o lateral foi substituído por Cascardo.
O Atlético tinha o domínio da partida e chegou com perigo mais uma vez aos 34’. Pablo tocou para Eduardo Henrique, que bateu de primeira. Jefferson fez a defesa.
O goleiro atleticano só fez a primeira defesa no último lance da primeira etapa. Aos 49’, João Paulo lançou para Roger dentro da área. O atacante desviou de cabeça e Weverton segurou firme.

Segundo tempo
O Furacão continuou controlando a partida no início da segunda etapa, mas sem ameaçar o gol defendido por Jefferson. Aos 7’, o técnico Fabiano Soares colocou Ederson no lugar de Douglas Coutinho. E dez minutos depois, foi obrigado a queimar a terceira substituição, quando Eduardo Henrique saiu contundido para a entrada de Guilherme.

O Rubro-Negro só conseguiu chegar com perigo aos 20’, quando Nikão recebeu na esquerda e cruzou para Guilherme, que cabeceou por cima do gol.
O gol atleticano quase saiu aos 32’. Nikão recebeu na entrada da área e soltou a bomba. Jefferson espalmou e a bola ia sobrando para Ederson, mas Victor Luís apareceu no último minuto e conseguiu salvar.

O Furacão seguiu pressionando, e Botafogo tentava matar tempo de todas as maneiras.

O árbitro Anderson Daronco deu sete minutos de acréscimos e o Rubro-Negro ainda teve mais uma grande chance. Aos 49’, Nikão cruzou, Matheus Fernandes cortou e a bola sobrou para Otávio, que bateu forte, pela linha de fundo.

Fonte: Site oficial do Atlético Paranaense

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.