Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial

Atlético-PR empata com Santa Cruz pela Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira (10), Atlético Paranaense e Santa Cruz estrearam na Copa do Brasil 2017, já que as duas equipes entraram diretamente nas oitavas de final nesta edição. E o primeiro duelo, no Estádio do Arruda, terminou com empate sem gols.
 
O Furacão foi melhor na partida, teve pênalti perdido, gol anulado e bola na trave. Apesar do empate, o time rubro-negro decidirá a vaga em casa. No dia 31 de maio, as duas equipes voltam a se enfrentar, desta vez no Estádio Atlético Paranaense.
 
O jogo
 
O público no Arruda foi pequeno. Mas quem foi ao estádio pôde ver um primeiro tempo com várias chances de gol. A primeira delas foi atleticana. Aos 11 minutos, após cobrança de escanteio, Wanderson finalizou e a zaga conseguiu fazer o corte.
 
Sete minutos depois, o Santa Cruz chegou bem. Elicarlos arriscou chute de fora da área, defendido com tranquilidade por Weverton.
 
Aos 24 minutos, ótima chance rubro-negra. Nicolas fez a jogada na esquerda e tocou para Grafite. O atacante bateu cruzado, rasteiro, e Júlio César fez linda defesa, colocando para escanteio.
 
O time da casa tentava chagar pelas laterais, ou na bola parada. Aos 37 minutos, Anderson Salles cobrou falta com muito perigo. A bola bateu no chão e Weverton conseguiu fazer a defesa.
 
A principal chance do Furacão veio aos 40 minutos. Lucho González invadiu a área e tocou para meio. Grafite finalizou e a zaga do Santa Cruz salvou em cima da linha, evitando o gol atleticano. 
 
No intervalo, Paulo Autuori fez duas alterações. Eduardo da Silva e Sidcley entraram nos lugares de Grafite e Lucho González. Logo aos cinco minutos do segundo tempo, o Rubro-Negro chegou ao gol. Em cobrança de escanteio, Júlio César afastou mal e Eduardo Henrique pegou de primeira. A bola desviou na zaga.
 
O Atlético Paranaense continuou assustando e carimbou a trave no minuto seguinte. Em finalização de Sidcley. Aos 11 minutos, o Furacão teve um gol anulado. Eduardo da Silva recebeu de Sidcley e tocou na saída do goleiro, mas em posição de impedimento.
 
A pressão atleticana continuou. Aos 18 minutos, Vitor derrubou Sidcley na área e o árbitro marcou pênalti. Rossetto bateu no canto esquerdo de Júlio César, que caiu bem e fez a defesa.
 
Aos 26 minutos, o Santa Cruz chegou novamente com perigo em falta cobrada por Anderson Salles. O chute do zagueiro acertou a rede pelo lado de fora.
 
O Atlético ainda teve a última chance com Gustavo Cascardo, aos 36 minutos. E o Santa Cruz chegou com Thiago Primão, quatro minutos depois. Mas o jogo ficou mesmo em 0 a 0.
 

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.