Créditos: Miguel Locatelli/Site Oficial

Atlético vence o Vasco e sobe na tabela do Brasileirão

O próximo compromisso é novamente dentro de casa. No domingo (2), às 16h, o adversário será o Bahia, pela 22ª rodada da competição nacional.
Sem muitas chances, primeiro tempo termina sem gols
A primeira chance foi do Furacão, que iniciou controlando a partida. Raphael Veiga cobrou escanteio aos cinco minutos e José Ivaldo subiu mais alto, mas a cabeçada saiu ao lado.
Aos 25’, Santos tentou o chute para a frente que foi interceptado. O atacante vascaíno bateu para fora.
A resposta veio logo na sequência. Veiga chamou a responsabilidade no contra-ataque e acionou Pablo, na direita. O camisa 92 bateu cruzado e Matín Silva defendeu.
A oportunidade seguinte foi do Vasco. A bola ficou viva dentro da área após uma cobrança de escanteio e Raul bateu forte. Santos fez a defesa. Na sequência, a bola saiu pela linha de fundo em tiro de meta.
Veiga tentou de fora da área aos 37’. O chute de perna direita saiu à direita, sem muito perigo.
A jogada aos 42’ também envolveu o camisa 7. Ele aplicou uma caneta no adversário e inverteu o jogo para Anderson Plata. O colombiano fez o passe para Bruno Nazário, que entrava em velocidade na área, mas o goleiro adversário interviu rapidamente.
Insistente, Rubro-Negro chega ao gol com Raphael Veiga
O Rubro-Negro voltou bem para a segunda etapa e criou grande oportunidade já no início. Escanteio foi cobrado na segunda trave e Léo Pereira escorou para o meio. José Ivaldo girou e bateu forte. A bola passou raspando a trave esquerda de Martín Silva.
E foi do camisa 27 a principal oportunidade da partida até então, dois minutos depois. Falta cobrada por Raphael Veiga, a bola passou por toda a área e Ivaldo finalizou no travessão!
E o caminho era justamente os cruzamentos na área. Aos 19 minutos, Léo Pereira avançou pela esquerda e fez o cruzamento. No meio da área estava Raphael Veiga, que testou firme para o fundo do gol para abrir o placar. 1 a 0!
Pikachu recebeu lançamento, dominou dentro da área e bateu cruzado. Santos fez firme defesa, aos 24’.
Em falta perigosa, aos 34’, Santos foi bem novamente para praticar a defesa em dois tempos. Cinco minutos depois, foi a vez de José Ivaldo desviar de cabeça chute de dentro da área, colocando para escanteio.

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.