Carros estacionados de forma irregular serão guinchados

Carros estacionados de forma irregular serão guinchados

“A medida vai valer para aqueles veículos que cometerem infração de trânsito, ou seja, para aqueles que estejam estacionados em local proibido, com falta de licenciamento ou, ainda, estacionados em desacordo com a regulamentação vigente”, informa o secretário da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

Desta forma, podem ser removidos carros, caminhões, ônibus e motos parados, por exemplo, em horários proibidos ou em espaços reservados para outros tipos de veículo, como pontos de táxi ou vagas exclusivas para idosos, conforme prevê a legislação de trânsito. “O guincho é uma ferramenta importante para melhorar a operacionalização do trânsito da cidade. Com as ruas desimpedidas, vai facilitar a circulação de pedestres, ciclistas e veículos, além de contribuir na parte urbanística da cidade e eliminar possíveis focos de proliferação de doenças ocasionadas pelo acúmulo de água parada e lixo”, informa o secretário.

Os trabalhos serão desempenhados por agentes da Superintendência de Trânsito (Setran) e por guardas municipais que têm a atribuição de atuar no trânsito. “O serviço ocorrerá por toda a cidade, em fiscalização pelos agentes e guardas ou, ainda após solicitação via Central 156, de atendimento ao cidadão”, diz o secretário.

Após o serviço de remoção, a autoridade de trânsito vai fixar um adesivo amarelo no solo, no local em que se encontrava o veículo, com informações relativas à marca e modelo do veículo e os contatos aos quais o cidadão poderá recorrer para regularizar a situação. No adesivo constará a inscrição “Removido”.

O veículo será levado até o pátio da empresa prestadora do serviço de guincho e, caso o proprietário não apareça para fazer a retirada, após 90 dias o carro poderá ser leiloado.

Abandono e má conservação

Também terão início os trabalhos de retirada de veículos que estão abandonados em local público, há mais de 30 dias, que apresentem visível mau estado de conservação ou tenham sido vandalizados. Nesses casos, o cidadão também pode contribuir repassando a informação via telefone 156. Esse trabalho teve início na manhã desta quinta-feira, no bairro Ahú.

Caçambas

Além de cinco guinchos para a remoção de veículos, haverá um específico para a remoção de caçambas irregulares. Para utilizar o espaço público, as empresas que operam com transporte de resíduos de construção civil e escavações devem ter as autorizações necessárias da Secretaria Municipal do Meio Ambiente