Casei e agora?

Se você está pensando num relacionamento, primeiramente você precisa se relacionar bem consigo próprio, ter o seu bem-estar psicológico, pois, ele é peça fundamental para uma relação saudável.

Somente quem encontra-se feliz sozinho é capaz de compartilhar a felicidade. Para manter um bom relacionamento você precisa ter autonomia, auto aceitação e resiliência.

Pois, é a partir das relações que encontra-se uma das maiores dificuldades do ser humano: lidar com as diferenças. Precisamos lembrar que é uma relação onde duas pessoas tem suas próprias convicções, princípios éticos diferentes e com certeza, costumes diferentes.

Relacionamento, não é apenas e tão somente ter alguém do lado, que lhe faça companhia, e sim, o desejo de estar verdadeiramente com aquela pessoa e que esta união cresça e se fortaleça com o tempo.

Desde nosso primeiro suspiro já estamos nos relacionando, não é mesmo?

Não somos ilhas para vivermos isolados.

Porém se relacionar não é matéria fácil, é a pratica constante da tolerância e da diferença. Quando nos relacionamos com o outro é que descobrimos muito a cerca de nós mesmos. Passamos a conhecer mais profundamente nossos limites, nossas ambições e aspirações, assim como,  o que somos capazes de suportar e tolerar pelo outro.

Um relacionamento saudável será sempre uma maneira de crescimento e aprendizado e nunca de tristezas e conflitos constantes.

Para a grande maioria das pessoas, ter um relacionamento feliz e duradouro é um dos maiores desejos na vida, pensando nisto, elaborei estas 05 dicas valiosas para ter um relacionamento saudável e duradouro.

1 – Conheça a si mesmo

Perceba como você lida com você mesmo, quais são seus pontos fortes, quais os pontos que devem ser melhorados. Reconheça suas imperfeições. Normalmente, as pessoas projetam no outro seu conteúdo, suas próprias frustações ao invés de resolve-las. Essa pratica tende a causar desgaste no relacionamento, impactando de maneira negativa. Portanto, concentre-se no seu melhor!

2 – O valor do diálogo.

Depois do amor, o mais importante em um relacionamento saudável e duradouro é o diálogo.

É através dele que será mantido a harmonia do casal.

Quando falo em dialogo, não me refiro em conversar bastante, mas sim na qualidade de suas conversas, pois muitos problemas nascem pela falta de diálogo, por imaginarem o que o outro quer e não saberem de fato o que o outro deseja.

Sempre é importante que haja espaço para as conversas, para expressarem seus sentimentos e opiniões sobre qualquer assunto, até mesmo, sobre o próprio relacionamento. Muitos casais quando sentem que não tem suas necessidades emocionais correspondidas, simplesmente param de conversar e este é o grande risco para extinguir o relacionamento.   Pois, é através do diálogo que o vínculo é reforçado diariamente.

3 – Divertir-se juntos e separados

Ninguém nasceu grudado no outro, não é mesmo?

Então, porque que após o casamento os casais deixam de lado sua individualidade e passam a viver a vida do outro?

Isto não é nada saudável e ninguém consegue viver a vida do outro por muito tempo.

Por tanto, se você escolheu caminhar ao lado de uma pessoa é porque você confia nela. E para um relacionamento ser saudável é necessário que ambos os membros consigam um espaço para levar também uma vida social na qual possam manter o contato com seus amigos e com sua individualidade.

Existindo respeito e confiança, não haverá problema algum em divertirem-se separados de vez em quando.

4 -Praticar a tolerância e a paciência

Você é perfeito? Se a sua resposta for: SIM, então, me ensina esta formula!

Simplesmente, não há nada mais desgastante para um relacionamento do que o desejo constante de um querer mudar o outro.

As mudanças de cada um somente ocorrerão se for do seu próprio desejo. Por tanto, é aí que entra a pratica diária da tolerância e paciência, assim como você não gosta de determinas coisas que o seu parceiro faz, o outro também desgosta de certas coisas que você faz. Não é tarefa fácil tolerar o que achamos ser “defeito” no outro, mas é necessário fazê-lo de forma paciente para não gerar verdadeiros problemas aonde não existem. Afinal, você não quer ficar brigando por pequenas diferenças.

5 – Discutam as finanças

Sim, Dinheiro é uma das razões mais comuns de brigas ou separação entre os casais.

Apesar de todo o romantismo e o envolvimento amoroso, o casamento é um negócio. E como todo negócio deve ser definido antes de ser executado.

Por tanto, a saúde financeira da vida a dois, deve ser clara e objetiva. Deve ser acordado como serão as divisões de contas, quem é responsável pelo que, como cada um gasta e economiza seu dinheiro.

Imaginem a situação: um dos membros do casal está economizando, trabalhando dobrado para saírem do aluguel ou comprar uma casa melhor. Aí o outro, simplesmente gasta todo o seu salário ou grande parte dele com coisas banais e fúteis.  Vocês acreditam verdadeiramente que dará certo isto? Que o outro não se sentira usado, desvalorizado e como consequência diminuirá as demonstrações de afeto e até mesmo levara a um afastamento entre eles.

Aqui mais uma vez, o diálogo é a chave do negócio, conversem sobre dinheiro, sim!

Sigam essas 5 dicas valiosas, como vocês puderam ver, a importância do diálogo esta presente em todas as dicas e sejam muito felizes!!

Diretora técnica da Conecta Vitta Clinic, Psicóloga Clínica, Hospitalar e Organizacional, Coach de Emagrecimento e de Relacionamento.