Cinemateca exibe filmes espanhóis contemporâneos

A Cinemateca exibe até dia 13 de novembro a Mostra de Cinema Atual Espanhol, com uma seleção de filmes que representam a recente produção cinematográfica da Espanha. A mostra é realizada em parceria com o Instituto Cervantes. Os cinco títulos selecionados representam vertentes de gênero e das inquietudes temáticas do cinema no país. Confira:


ÁRTICO
Dia 10, quinta-feira, às 18h, e dia 12, sábado, às 20h
(Ártico, 2014, drama, 77’) Versão original em espanhol legendado ao português

Descrição: “Família versus solidão”: Jota e Simón são dois jovens malandros de 20 anos que cada dia vão despreocupadamente para as ruas para buscar a vida como possam. Além dos costumeiros roubos e truques, algo lhes mexe interiormente. Cada um deseja o que não tem. Simón quer ser livre. Está farto de viver rodeado de sua grande família de feirantes, incluindo sua mulher e seu filho. Jota não quer seguir sozinho e o único que deseja é fazer seu ninho e ter sua própria família. Por cima do que seja. Enquanto isso, cada dia que se juntam se sentem como “Robin Hood” e pensam que não têm nada a perder.
Direção: Gabriel Velázquez
Classificação Indicativa: 16 anos


TODOS ESTÃO MORTOS
Dia 10, quinta-feira, às 20h, e dia 13, domingo, às 18h
(Todos estánmuertos, 2014, drama fantástico, 88’) Versão original em espanhol legendado ao português

Descrição: Lupe vive trancada em casa, é egoísta e conflitiva. Nunca deu conta dos cuidados do seu filho, um adolescente sensível e muito apegado à avó. Ela cuida da casa e da família e, na Noite de Todos os Mortos, pede ajuda num ritual mexicano. E assim, como Diego, morto há anos, volta para casa, desencaixotando a famosa banda de rock que formava com a Lupe nos anos 80.
Direção: Beatriz Sanchís
Classificação Indicativa: 12 anos


FLORES
Dia 11, sexta-feira, às 18h, e dia 13, domingo, às 20h
(Loreak, 2014, drama, 100’) Versão original em Euskera legendada ao português

Descrição: A vida da Ane muda quando começa receber um ramo anônimo de flores todas as semanas, assim como Lourdes e Tere recebem um ramo em memória de alguém que foi importante para elas. Essa é a história de três mulheres, três vidas alteradas pela simples presença de umas flores. Flores que farão brotar sentimentos que pareciam enterrados… ainda assim, são só flores.
Direção: José Mari Goenaga
Classificação Indicativa: 7 anos


Local: Cinemateca de Curitiba – R. Carlos Cavalcanti, 1174
Ingresso: Gratuito