Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial

Com pênalti mal marcado, Atlético PR é superado pelo Sport

O Atlético Paranaense enfrentou o Sport, na tarde deste domingo (2), pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na Ilha do Retiro, em Recife (PR), o Furacão foi derrotado por 1 a 0, com gol marcado em um pênalti inexistente. O Rubro-Negro segue com 14 pontos conquistados na competição.

O próximo compromisso na temporada é pela Conmebol Libertadores Bridgestone. Na quarta-feira (5), o Furacão enfrenta o Santos, às 19h15, na Vila Capanema, pelo primeiro confronto das oitavas de final.

O jogo

Com um gramado bastante danificado na região central, as duas equipes encontraram dificuldades para criar jogadas. As opções passaram a ser as laterais, e foi em uma delas que o Furacão criou a primeira oportunidade.

Logo no segundo minuto, Lucho tocou para Matheus Anjos, que foi desarmado dentro da área. Mesmo caído, ele ainda tentou a finalização, que parou na zaga.

Aos 11’, Douglas Coutinho arrancou em velocidade e lançou para Cascardo. O cruzamento do lateral atleticano buscava Grafite, no meio da área, mas a defesa fez o corte.

O Sport buscava as bolas alçadas na área atleticana. Em uma dessas oportunidades, aos 15’, a bola sobrou para Rithely, que girou e bateu sem perigo.

Também em bola parada, o Furacão chegou ao ataque aos 32 minutos. Matheus Anjos cobrou falta da direita e a defesa cortou. Na sobra, Nicolas devolveu a bola ao centro da área, para Grafite, que já estava em posição irregular.

O time da casa chegou com perigo aos 36’. Everton Felipe fez cruzamento, Patrick escorou de cabeça e Rithely bateu prensado com a defesa rubro-negra.

Três minutos depois, Samuel Xavier cruzou e Osvaldo apareceu na segunda trave para cabecear. Weverton fez grande defesa para evitar o gol. Logo na sequência, após cruzamento da direita, André finalizou na trave.

Para a segunda etapa, o Rubro-Negro voltou buscando mais velocidade pelos lados do campo, com a entrada de Yago na vaga de Matheus Anjos. Em um contra-ataque pelo lado esquerdo, aos cinco minutos, Nicolas tabelou com Yago e cruzou. A bola passou à direita do gol defendido por Magrão, com perigo.

O time da casa arriscou de cabeça com Diego Souza. Aos 26’, ele recebeu cruzamento da direita e completou para fora.

Aos 28’, o árbitro Grazianni Maciel Rocha marcou um pênalti inexistente. Ele interpretou como toque de mão um corte de cabeça do zagueiro Wanderson. Diego Souza cobrou e abriu o placar.

Douglas Coutinho quase empatou a partida aos 38’. Ele recuperou uma bola no campo de ataque e bateu forte, rasteiro, para boa defesa de Magrão, que colocou para escanteio.

Fonte: Site oficial do Atlético Paranaense

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.