Comunidade da Vila Torres recebe unidade de saúde totalmente reformada

A Unidade de Saúde Capanema, que atende a população da Vila Torres, passou por uma ampla revitalização e foi entregue na tarde desta terça-feira (01) à comunidade. Desde o início de 2013, 67 unidades básicas de saúde passaram por melhorias. Até o final deste ano, 98 das 109 unidades básicas de Curitiba serão revitalizadas para melhor receber a população. A reabertura da unidade integra o calendário de aniversário da cidade. Até o final do mês, a Prefeitura entrega uma série de obras e lança programas em diversas áreas.

Além destas unidades que passaram por reformas, Curitiba ganhou ainda outras quatro unidades de saúde (US) que foram inauguradas no ano passado. São elas: US Sabará, na Cidade Industrial, US Coqueiros e US Nossa Senhora Aparecida, no Sítio Cercado, e US Xaxim, no bairro de mesmo nome. Outras duas unidades de saúde ainda estão em fase de construção, a US Jardim Aliança, no Boa Vista, e US Campo Alegre, no CIC – que terão suas obras retomadas em breve. Somente na Atenção Primária, foram investidos aproximadamente R$ 11,6 milhões na construção de novas unidades de saúde e outros R$ 4,8 milhões na reforma e revitalização das já existentes.

Novo visual

Na Unidade de Saúde Capanema, foram investidos mais de R$ 68 mil na ampliação do espaço interno, revisão dos sistemas hidráulico e elétrico, troca do piso e do forro, pintura interna e externa, entre outras benfeitorias. Os oito consultórios ganharam cara nova para receber a população.

“A comunidade e a própria equipe de saúde estavam precisando da reforma da unidade. O atendimento aqui, que já é excelente, vai ficar ainda melhor agora”, afirmou a aposentada Arminda de Farias Oliveira, de 67 anos. Além de três equipes de Saúde da Família, desde 2013 a unidade conta com residentes das áreas de medicina e odontologia, que, além de prestar atendimento à população, aproveitam o espaço do Sistema Único de Saúde (SUS) para aprofundar seus conhecimentos.

Para o prefeito Gustavo Fruet, esses investimentos todos refletem as prioridades da gestão, que destina 54% do orçamento exclusivamente para as áreas da Saúde e da Educação. “Apesar de toda a crise econômica que o Brasil enfrenta e num momento que o governo federal corta investimentos ou atrasa repasses, Curitiba é uma das poucas cidades brasileiras que não só está mantendo os serviços em funcionamento, mas está também ampliando o número de atendimentos em todas as áreas”, reforçou.

O secretário municipal da Saúde, César Monte Serrat Titton, enfatizou que cada unidade que passa por este processo de revitalização melhora as condições de atendimento à população e de trabalho dos servidores. “Além da questão da aparência da unidade, que ficou muito melhor, há aquelas questões que não são visíveis, mas refletem em mais segurança para quem está aqui no dia-a-dia, como a revisão de toda a parte elétrica e hidráulica do espaço”, disse.

Participaram da cerimônia de entrega da US Capanema os secretários de Informação e Tecnologia, Paulo Miranda, e de Educação, Roberlayne Borges Roballo, o vereador Pedro Paulo e lideranças da comunidade.