Copa do Mundo incentiva produção de televisores no País

Copa do Mundo incentiva produção de televisores no País

Com a chegada da Copa do Mundo de 2018, a demanda por novos televisores tem impulsionado a produção industrial. Na Zona Franca de Manaus (AM), o ano começou com faturamento recorde para janeiro ao alcançar R$ 7,15 bilhões no mês. Frente a janeiro do ano passado, a alta foi de 19,45%.

Os dados são da Superintendência da Zona Franca de Manaus e, segundo essas informações, a região também aumentou o número de contratações. Na comparação entre janeiro e igual mês do ano passado, houve um incremento de 0,97% na mão de obra.

Para o superintendente da Zona Franca, Appio Tolentino, os dados confirmam as expectativas. Ele explica que as informações reforçam que o Polo Industrial de Manaus “está ganhando fôlego”. “Inspira otimismo o fato de que esse crescimento está sendo puxado pelos segmentos mais representativos, como eletroeletrônico, bens de informática e duas rodas e com produtos como televisores, microcomputadores e bicicleta apresentando crescimento de produção e faturamento”, afirma.

Copa do Mundo e TV

O pesquisador Bernardo Almeida, um dos responsáveis pela pesquisa industrial mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), faz avaliação semelhante. A Copa do Mundo, de acordo com ele, tem puxado a produção de televisores neste início de ano, principalmente no Amazonas.

“A indústria de informática é a que costuma puxar esse estado, mas desta vez os destaques foram as TVs, que já demonstraram crescimento em janeiro. Os demais setores tiveram comportamento dentro da média”, explica.

Entre os produtos com melhor faturamento na Zona Franca em janeiro estão televisor com tela de cristal líquido (R$ 1,599 bilhão); telefone celular (R$ 793 milhões); motocicleta, motoneta e ciclomotores (R$ 749,7 milhões); condicionador de ar do tipo split system (R$ 277 milhões).