Coritiba garante ponto no Maracanã

Depois de garantir oito pontos em quatro jogos, o Coritiba entrou em campo com confiança, na noite desta quinta-feira (09), no Maracanã, para a disputa contra o Fluminense. A mais esperada novidade do jogo, o atacante Kleber, que estava fora dos gramados desde a 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, entrou no segundo tempo.

Assim, o time escalado por Marcelo Oliveira para esta partida foi o seguinte:  Wilson, Léo, Cleber Reis, Werley e Thiago Carleto, Jonas, Alan Santos e Tiago Real (Dodô), e Rildo (Kleber), Yan Sasse (Getterson)e Henrique Almeida.

O placar final ficou em 2×2, sendo que o primeiro gol veio de Werley, no primeiro tempo. No segundo, Cléber Reis acabou marcando um gol contra, Henrique Dourado ampliou para o time da casa, mas o zagueiro Cleber Reis deixou tudo igual, marcando o dele para o Coxa.

“Este time tem mostrado um poder de entrega muito grande e nós queremos mobilizar nossa torcida para os próximos dois jogos em casa. Muitos acham que será um jogo mais tranquilo, mas queremos que nossa torcida compareça, assim como fizeram no jogo contra o Avaí. E nós vamos fazer nossa parte em campo”, destacou o técnico coxa-branca, Marcelo Oliveira.

O próximo jogo em casa será domingo (12), às 19h, contra a Ponte Preta. Depois, o adversário será o Flamengo, na quinta-feira, às 21h.

Coritiba balança as redes com Werley ao final do primeiro tempo

Logo nos primeiros minutos de jogo, o Fluminense teve chance em uma cobrança de falta. Scarpa cobrou, o zagueiro Cléber Reis cortou e, no rebote, o mesmo jogador arriscou, mas a bola passou longe. Depois, um susto: de dentro da grande área, Dourado lançou Marcos Júnior, que fez o gol. Mas, ele estava em posição de impedimento e o bandeirinha apontou. O time da casa continuou atacando o time coxa-branca e, aos quatro minutos, Wilson protagonizou grande defesa, depois do chute do Douglas.

A primeira chance significativa do Coritiba veio aos seis minutos, com Thiago Carleto. O lateral mandou uma bomba, mas Digo Cavalieri defendeu com os dedos. Depois, o prata da casa Yan Sasse arriscou, de dentro da área. Mais uma vez, o goleiro defendeu. Aos 22′, Wilson tirou de soco a bola de Sornoza.

Thiago Carleto deu passe certeiro para Yan Sasse, pelo canto esquerdo, aos 30′. De frente para o gol, Yan chutou, mas a bola desviou no goleiro.Depois, em cobrança de falta, o mesmo Carleto arriscou, mas a bola passou por cima do gol.

O momento de o Coritiba comemorar muito foi aos 43′. Com a participação de Carleto, na cobrança de escanteio, Alan Santos se esticou todo e mandou de cabeça para Werley, que marcou, no cantinho gol.

Fluminense empata, com gol contra, e amplia, mas Coritiba deixa tudo igual com gol de Cléber Reis

Quando o Fluminense chegou com perigo na grande área do Coxa, no início do segundo tempo, Jonas tirou a bola de bicicleta. Henrique Almeida, no contra-ataque, saiu correndo, sozinho, com a bola, mas não conseguiu chegar. Aí, o inesperado aconteceu. Aos nove minutos, o jogador do Fluminense conseguiu mandar pro gol, livre de marcação. Na hora de defender, Cleber Reis acabou marcando, deixando tudo igual no placar com um gol contra. Logo em seguida, o time da casa marcou mais um, com Henrique Dourado, que fez de cabeça.

O técnico Marcelo Oliveira promoveu a entrada de Kleber, que estava fora dos gramados desde a 23ª rodada do campeonato, no lugar de Rildo. Outra alteração foi a entrada do atacante Getterson no lugar de Yan Sasse. Em seguida, quase que o Fluminense faz um gol contra com Matheus Alessandro. Mas, a bola não entrou.

O momento de Cléber Reis se redimir com a torcida coxa-branca foi aos 24′. Depois de cobrança de escanteio de Thiago Carleto, o zagueiro mandou pro gol, de dentro da grande área: 2×2 no Maracanã. Depois, quase que o Gladiador marca o dele. O camisa 83 invadiu a grande área, mas a bola desviou em Wendel. Kleber reclamou que a bola bateu no braço do jogador do Fluminense, mas o juiz não considerou. Dodô, que entrou no lugar de Tiago Real, arriscou pela direita e a bola parou nos pés de Kleber, outra vez, de frente pro gol. Mas Diego Cavalieri defendeu. O Fluminense chegou com perigo, aos 43′, com Scarpa, mas Wilson defendeu de soco.

Em um final de jogo bem disputado, o Fluminense tentou ampliar, exigindo trabalho da zaga coxa-branca, entretanto o time conseguiu segurar o resultado do jogo, que terminou empatado. O Coritiba volta para casa com um ponto na bagagem para iniciar a preparação para o próximo jogo, que será em casa. 

fonte: Site oficial do Coritiba

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.