Coxa classificado

Coxa classificado

Foi nos pênaltis que veio a classificação do Coritiba para a final da Taça Dionísio Filho, na tarde deste domingo (18), em Foz do Iguaçu, contra o time da Cidade das Cataratas. Após o Foz ter saído na frente no placar, ainda no primeiro tempo, o Coxa foi atrás e conseguiu o empate na etapa complementar, com Kady. Nos pênaltis, o Alviverde converteu quatro cobranças e o Foz perdeu duas, sendo que Wilson defendeu uma delas.

Agora o Coxa enfrenta o Rio Branco, que eliminou o Atlético-PR, no próximo domingo (25), no Couto Pereira, na decisão desta taça. Lembrando, que pelo regulamento, o vencedor da Taça Dionísio Filho se classifica diretamente para a grande decisão do Campeonato Paranaense.

Primeiro tempo de muita marcação

O Coritiba foi a campo com a formação da última partida, com Wilson, Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio, William Matheus, Julio Rusch, Vitor Carvalho, Thiago Lopes, Iago Dias, Guilherme Parede e Alecsandro.

Quando a bola rolou, o time do Foz do Iguaçu propôs o jogo, indo para cima. Com a marcação mais acirrada, o Coxa não conseguia armar as jogadas. E de tanto pressionar, aos 17’, Luccas Brasil abriu o placar para o Foz do Iguaçu.

O time da casa ainda teve mais duas oportunidades com Douglas e André Oliveira. Pouco depois, aos 28’, Julio Rusch cobrou escanteio e Vitor Carvalho cabeceou com perigo, mas a bola foi por cima do gol.

O Coxa passou a buscar ainda mais o empate, mas sem sucesso. Julio Rusch tentou de falta, William Matheus tentou achar o Alecsandro, mas nenhuma bola entrou no primeira etapa de jogo.

Coxa empata com gol de Kady e leva decisão da vaga para os pênaltis

Para o segundo tempo, o treinador Sandro Forner colocou Kady no lugar de Guilherme Parede em campo. O Coritiba voltou melhor e deixou a partida ainda mais movimentada.

A primeira chance coxa-branca foi com a jogada individual de Iago Dias, que puxou pela esquerda e arriscou o chute, mas a bola foi desviada para escanteio. Aos 13’, veio o empate alviverde com gol de Kady. Ele recebeu de Rusch, que deu um belo toque de calcanhar para o companheiro de equipe, e mandou para o gol.

Aos 22’, Iago Dias ficou cara a cara com o goleiro, mas chutou em cima de Julio Cesar. O Foz também teve uma boa chance, com Raphael Alemão, mas Wilson fez uma bela defesa.
A segunda mudança no Coxa foi a entrada de Evandro no lugar de Alecsandro. O Foz do Iguaçu quase passou a frente no placar aos 38’, com Beltrame, mas a bola foi por cima do gol.

 

 

Na resposta, Iago Dias puxou a jogada com velocidade, cruzou na área e Evandro cabeceou por cima do gol, no que poderia ser a virada alviverde, mas o resultado igual no placar ia levando a decisão para os pênaltis. O árbitro assinalou apenas um minuto de acréscimo.

Coxa faz quatro, Wilson defende uma e Foz perde uma cobrança nos pênaltis

Na cobrança dos pênaltis, quem começou batendo foi o Foz do Iguaçu, com o autor do gol Luccas Brasil. E quem brilhou foi a estrela do goleiro Wilson que defendeu já a primeira cobrança.

A sequência foi assim: Kady bateu forte para o Verdão e saiu para comemorar. Leandro Silva acertou para o Foz do Iguaçu. Iago Dias bateu para o fundo das redes e marcou para o Coxa. O terceiro cobrador do Foz foi Matheus Olavo, que Wilson quase pegou, mas foi gol para o time da casa.

Julio Rusch marcou bonito para o Coxa. Marcelo Soares errou para o Foz, chutando para fora. João Paulo pegou a bola, arrumou e mandou para o gol, classificando o Verdão para a decisão da Taça Dionísio Filho.

Fonte: Site oficial do Coritiba

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.