Coxa se classifica com empate

A noite desta quarta-feira (08) foi marcada pelo empate do Coritiba com o Vitória da Conquista, no estádio Lomanto Junior, na Bahia. O resultado classifica o Coxa para a segunda rodada da Copa do Brasil e agora o Alviverde enfrentara o ASA, que eliminou a Ferroviária.

O jogo foi complicado para o Coxa, que apesar de ter dominado o primeiro tempo com várias chances de gols, inclusive com um pênalti perdido, saiu atrás no placar. No segundo tempo, um jogador foi expulso para cada lado, e um gol foi feito para cada lado. No Coxa, o artilheiro foi o defensor Werley.

Saiba mais sobre o jogo

Com um regulamento novo, o jogo desta primeira fase da Copa do Brasil era único, ou seja, a equipe que vencesse levava a vaga para a sequência da competição. Em caso de empate, o Coxa se classificaria, pois está em uma melhor posição no ranking da Confederação Brasileira de Futebol.

O Coritiba começou a partida com duas mudanças em relação à vitória sobre o Paraná Clube no último domingo, pelo Campeonato Paranaense. Ruy e Filigrana iniciaram jogando como titulares. Assim o Coxa foi a campo com Wilson, Werley, Walisson Maia, Juninho, Carlinhos, Alan Santos, Matheus Galdezani, Ruy, Rildo, Filigrana e Kleber.

No primeiro tempo, o que foi visto foi um jogo de muita disputa em campo, com maiores chances para o Coritiba, mas com um placar zerado.

A primeira oportunidade de gol do jogo foi do Bode, como o Vitória da Conquista também é conhecido, mas o goleiro Wilson realizou a defesa de maneira segura. Aos 11’, Ruy arriscou o chute e a bola passou perto na resposta do Coxa. Outro lance perigoso foi quando Filigrana aproveitou a jogada e mandou a bola para a área e Ruy e Rildo estavam na bola, que saiu pela linha de fundo.

As duas principais chances do Verdão foram com Kleber. Primeiro, Matheus Galdezani ajeitou de cabeça na medida para Gladiador tentar de voleio, o goleiro defendeu e Kleber ainda tentou completar, mas a zaga tirou o perigo. Aos 33’, Rildo sofreu falta dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade. Kleber se apresentou, bateu e o goleiro Rodolfo fez a defesa.

Segundo tempo define Coxa classificado com gol de Werley

Na etapa complementar, o Coxa veio sem modificações. No entanto, o Vitória da Conquista veio com duas mudanças, com Wander e Dinda nos lugares de Kleber e Dionísio.

O Coritiba começou atacando, mas quem saiu na frente foi o time da casa. Aos seis minutos, Todinho recebeu, limpou a jogada e marcou. Na saída de bola, Rildo recebeu na entrada da área e mandou por cima do gol, no que podia ter sido o gol de empate.

Então, veio a primeira mudança no Verdão, com a entrada de Neto Berola no lugar de Filigrana. Alan Santos tentou o chute de longe, aos 16’, querendo o empate, e o goleiro Rodolfo tirou com as pernas.

Aí, o árbitro expulsou um jogador de cada lado. Primeiramente, Matheus Galdezani deixou o gramado após o segundo cartão amarelo. Pouco depois, foi a vez de Emílio ser expulso. No Coxa, Carpegiani fez duas alterações de uma só vez, com a entrada de Edinho e Henrique Almeida, nos lugares de Alan Santos e Carlinhos.

Com dez para cada lado, quem teve a primeira chance de gol foi o Coxa com um chute rasteiro de Kleber. Depois disso, Neto Berola mandou uma bomba de longe e a bola saiu de jogo.

Até que, de tanto insistir, saiu o gol alviverde. Ruy cobrou escanteio com primor e Werley subiu para o cabeceio certeiro nas redes. O Coxa ainda teve possibilidade de aumentar a vantagem no marcador, depois de tabela de Berola com Rildo, e Rodolfo defendeu. Henrique Almeida também arriscou no cantinho, mas o árbitro marcou o impedimento.

Mas não deu mais tempo para nada a não ser o fim do jogo com um gol para cada lado. Assim, com o novo regulamento da Copa do Brasil, o Coritiba se classificou para a segunda fase da competição com um empate.

Fonte: site oficial do Coritiba