Coxa vence ao lado da torcida

Com a torcida apoiando até o último minuto, o Coritiba conseguiu somar três pontos importantes no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira (18), no Couto Pereira, o Coxa venceu o Cruzeiro na 29ª rodada da competição.

Com o reencontro com a vitória, o Coxa soma agora 31 pontos, mas ainda segue na Zona de Rebaixamento. O próximo compromisso alviverde é fora de casa, contra o Vasco, no Maracanã.

Primeiro tempo marcado pelo gol alviverde

Precisando muito da vitória, o Coritiba recebeu o Cruzeiro e teve alterações na equipe. Marcelo Oliveira promoveu a volta de Léo na lateral direita e ainda escalou Rafael Longuine no meio campo, ganhando a vaga de Matheus Galdezani.

O Alviverde tentou tomar a iniciativa da partida. Antes dos cinco minutos, duas finalizações quase chegaram ao gol de Fábio. Primeiro com Henrique Almeida, que foi travado por Manoel. Na sequência, foi a vez de Rafael Longuine arriscar de fora da área, mas de maneira fraca.

Aos poucos, o Cruzeiro tentou quebrar o ritmo do jogo e ficar mais tempo com a bola nos pés, principalmente no setor ofensivo. O lateral direito Ezequiel e o atacante Élber até finalizaram, mas sem perigo para Wilson.

O Coxa soube se defender e conseguiu abrir o marcador aos 32 minutos. Thiago Carleto cobrou escanteio da esquerda, Cleber Reis tocou de cabeça, a bola bateu em Diogo Barbosa e morreu no fundo das redes do goleiro Fábio.

Logo após o gol, o Coxa teve grande chance de aumentar. Henrique Almeida escapou pela direita, entrou na pequena área e rolou para trás, mas antes que Rafael Longuine mandasse para o gol, Manoel cortou.

Antes do fim do primeiro tempo, o Verdão teve ótima chance de aumentar. Rafael Longuine avançou pelo lado direito e bateu cruzado, a bola passou muito próxima à trave direita do goleiro Fábio.

Coxa mantém resultado importante

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou com Arrascaeta na vaga de Élber. Mas foi o Coxa que chegou primeiro. Aos três minutos, Léo cruzou da direita e Alan Santos, por muito pouco, não fez o segundo do Coxa.

Aos 12 minutos, o técnico Marcelo Oliveira promoveu a estreia de Baumjohann na equipe alviverde. O meio campista alemão entrou na vaga de Rafael Longuine. Logo na primeira jogada, o camisa 87 conseguiu fazer a bola chegar em Alan Santos, que bateu sobre o gol.

Buscando o empate, o Cruzeiro tentou ir para cima. A equipe de Mano Menezes subiu a marcação e procurou ocupar o campo de ataque. O Coxa buscava a velocidade pelos lados de campo e também a movimentação de Baumjohann.

O Coxa teve nova oportunidade aos 22 minutos com Tiago Real. Ele fez grande jogada individual pelo lado de campo e cruzou para trás, Henrique Almeida tocou de cabeça, mas a bola foi tranquila para Fábio.

Apesar da pressão, o Cruzeiro encontrava muitas dificuldades de finalizar, muito pela boa postura defensiva do time alviverde na segunda etapa da partida. Aos 33’, após sobra de escanteio, Rafinha arrematou para fora, levando perigo ao gol de Wilson.

Na reta final do primeiro tempo, Marcelo Oliveira mexeu no meio campo, mexendo na dupla de volantes. Jonas e Alan Santos, deram lugares a Matheus Galdezani e Edinho, respectivamente.

O Verdão buscava o segundo gol. A torcida coxa-branca empurrou até o final. Ao som de “COOOOXA! COOOOXA!”, aos 41’, Henrique Almeida chutou e Fábio defendeu. O grito de comemoração foi com a defesa do goleiro Wilson, já nos acréscimos, quando Arrascaeta dividiu a bola e o goleiro coxa-branca defendeu.

Fonte: Site oficial do Coritiba

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.