Jogo foi tenso, no Heriberto Hulse. Caio Marcelo

Derrota com polêmica

Num jogo tenso e com muita reclamação contra a arbitragem, o Paraná Clube perdeu para o Criciúma nesta sexta-feira (23). O jogo foi disputado no Heriberto Hulse, pela abertura da 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os donos da casa venceram por 2×1, com dois gols marcados pelo atacante Lucão. Robson, de pênalti, fez o único gol tricolor em Santa Catarina.

O jogo começou com as duas equipes apresentando uma proposta ofensiva. O Paraná criou as melhores oportunidades. Aos 20 minutos, Cristovam bateu de fora da área e a bola explodiu no travessão. Pouco depois, foi a vez de Renatinho carimbar a trave, em cobrança de falta. Só que aí, uma decisão da arbitragem deu novos rumos à partida. Cristovam levou cotovelada de Silvinho e o árbitro deu só cartão amarelo para o atacante do Criciúma.

Cristovam bateu boca com Silvinho e acabou sendo expulso (segundo amarelo). Com a vantagem numérica, o Criciúma se lançou ao ataque, mas esbarrou na bem postada defesa tricolor, agora com Vilela deslocado para a lateral-direita. Só que aos 48 minutos, após bate-rebate na área, a bola sobrou para Lucão, que não perdoou: 1×0.

No segundo tempo, o Paraná demorou a se encontrar e o Criciúma chegou ao segundo gol. Mais uma vez com Lucão, aos 15 minutos, aproveitando um vacilo da marcação, de meia-bicicleta. Com a desvantagem no marcador, Cristian de Souza arriscou tudo com Nathan e Rafhael Lucas. O Tricolor, porém, só descontou nos acréscimos. Aos 47, o árbitro marcou pênalti sobre Robson. O próprio atacante bateu e deu números finais ao jogo: 2×1.

Fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.