Paraná joga mal e sofre a 5ª derrota na Série A. Foto: Vasco da Gama

Derrota no Rio

O Paraná Clube não jogou bem – principalmente no primeiro tempo – e sofreu a sua 5ª derrota neste Campeonato Brasileiro da Série A. Melhor para o Vasco, que mesmo com uma equipe bastante modificada, fez 1×0, em São Januário. O Tricolor segue na última colocação e agora parte para dois jogos em casa, frente a Fluminense e Bahia.

“Não podemos admitir uma postura como a que vimos hoje. Temos que ter maior responsabilidade dentro de campo”, disse o presidente Leonardo de Oliveira, cobrando uma postura de maior competitividade do elenco paranista. “Sei que o Micale tem feito o possível. Por isso, a cobrança é por uma mudança de comportamento dos atletas. É inadmissível chegarmos na cara do goleiro e perdermos os gols”, disparou.

No jogo, o Paraná, mesmo sem uma boa atuação, conseguia controlar as raras investidas do Vasco. Porém, ofensivamente o time pouco produziu. Para piorar, a marcação bem encaixada vacilou aos 44 minutos. Na bola esticada para Yago Pikachu, ele ganhou em velocidade da marcação, deu um “lençol” em Thiago Rodrigues e mandou para a rede: 1×0.

Micale, no segundo tempo, escalou Carlos Eduardo. O Paraná cresceu em campo. As troca de Silvinho e Caio Henrique por Léo Itaperuna e Guilheme Biteco surtiria efeito. Aos 24 minutos, Biteco se livrou da marcação e lançou Léo Itaperuna. O atacante tentou a finalização e desperdiçou a jogada. Logo depois, Neris foi expulso de campo. O Vasco ainda teria uma penalidade máxima, aos 33 minutos. Mas, Thiago Rodrigues defendeu a cobrança de Giovanni Augusto.

Carlos Eduardo, aos 36 minutos, reclamou de penalidade máxima. No final, Moresche ainda foi expulso. Mas, o jogo terminou mesmo no 1×0 para o Vasco. O Paraná volta a campo na próxima segunda-feira, quando encara o Fluminense, na Vila Capanema.

Fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.