Dinheiro segue como principal escolha de pagamento, indica BC

Um estudo realizado pelo Banco Central, divulgado nesta quinta-feira (19), mostrou que o dinheiro ainda é a forma de pagamento mais utilizada pelos brasileiros. Segundo a pesquisa intitulada “O brasileiro e a sua relação com o dinheiro”, o dinheiro em espécie é utilizado por 60% dos consumidores entrevistados, à frente do cartão de débito, escolhido por 22% do total pesquisado.

No comércio, os pagamentos realizados em dinheiro caíram. Neste ano, o faturamento com dinheiro em cédulas representaram 50% do total, abaixo dos 55% registrados em 2013. Já o cartão de débito saltou dos 14% para 20%.

O dinheiro vivo lidera na escolha dos consumidores na hora de realizar pagamentos, 96,1% dos entrevistados destacaram o pagamento em dinheiro vivo como modo de pagar contas ou fazer compras. O cartão de débito também aparece em segundo neste aspecto, com 56% da escolha. Neste quesito, os candidatos tinham a opção de escolher mais de um modo. O cartão de crédito é a escolha de 45,5% do total.

Ainda de acordo com o estudo, o valor da compra interfere na escolha do modo de pagamento. Nas compras de até dez reais, 87,9% dos entrevistados utiliza o dinheiro em espécie para realizar o pagamento. O índice vai diminuindo conforme o valor da compra aumenta. Para as compras acima de R$ 500, 43% dos entrevistados optam pelo cartão de crédito.

O estudo também avaliou o conhecimento da população com relação à possíveis falsificações das cédulas. Entre os itens de verificação, a marca d’água se apresentou como a mais popular. Entre os comerciantes, a espessura era o diferencial observado para classificar uma nota como falsa ou verdadeira.