Disque Economia registra aumento de consultas de preços de alimentos

Pressionados pela crise econômica, os consumidores estão mais atentos às variações de preços dos alimentos. O Disque Economia, serviço de pesquisa de preço da Secretaria Municipal do Abastecimento, registrou um aumento de 36% na procura dos consumidores pelos resultados dos levantamentos realizados em supermercados. As consultas por telefone e pelo site somaram 12.162 no primeiro quadrimestre deste ano (janeiro a abril), enquanto que no mesmo período do ano anterior foram 8.957.

“Enquanto o real estava estabilizado e não havia inflação galopante, o consumidor não sentia essa necessidade. Agora, é preciso fazer o dinheiro render. As pessoas têm que fazer pelo menos três refeições por dia e a alimentação tem um grande impacto no orçamento familiar”, explica o economista Henry Paulo Lira, coordenador do Disque Economia. Uma das funções do serviço é justamente o trabalho de orientar as famílias na educação financeira. “Nosso objetivo principal é fornecer informações aos consumidores curitibanos para que possam fazer suas compras com mais economia.”

O coordenador observa que, para fazer economia, os consumidores retomaram velhos hábitos, como fazer a lista de compras antes de ir para o mercado, pesquisar preços e ficar atento aos produtos em oferta. As pesquisas são realizadas diariamente em 12 estabelecimentos e todos os dias os resultados são divulgados após às 15 horas. A pesquisa inclui 302 itens segmentados em gêneros alimentícios, material de higiene e limpeza, hortifrútis e alguns cortes de carnes e de bebidas.

As consultas podem ser feitas diretamente pelo telefone (41) 3262-6564 ou no site da Prefeitura pelo link http://disqueeconomia.curitiba.pr.gov.br. Pelo site, o consumidor monta a própria lista e descobre qual a cotação de preço de cada item. “O serviço serve como um referencial de preço. Com as pesquisas o consumidor poder saber qual é o valor real de mercado, a partir dos preços comparados.”