Empate na segunda rodada

Na noite desta quinta-feira (25), o Coritiba entrou em campo, pela segunda rodada do Campeonato Paranaense, para a disputa contra o Rio Branco, no Couto Pereira. Apesar de sair atrás, o time conseguiu empatar a partida com Kleber, sendo a assistência do “piá do Couto”, Júlio Rush. Inclusive, esta foi a primeira vez que o garoto jogou no Alto da Glória – lugar que já foi sua casa, na equipe principal do clube.

Para este jogo, o técnico Sandro Forner escalou o seguinte time: Wilson, César Benitez, Thalisson Kelven, Walisson Maia, William Matheus, João Paulo (Julio Rush) Simião, Ruy (Iago Dias), Yan Sasse (Alecsandro), Guilherme Parede e Kleber.

“A nossa dificuldade está sendo ajustar o time com pouco tempo de treino. Estamos tendo dificuldade de encachar o time, tentando aproveitar as características dos jogadores, mas precisamos melhorar muito”, avaliou Forner, no final do jogo.

Rio Branco sai na frente no primeiro tempo

 

 

Na primeira etapa, o torcedor que compareceu ao Couto Pereira pode presenciar um jogo sem muitas chances significativas de gol, com alguns erros de passe das duas equipes. Guilherme parede foi o primeiro a chegar, pelo lado direito. Ele arriscou e, no rebote, quase que Simião abriu o placar, mas a bola não entrou.

No contra- ataque, o camisa seis do time de Paranaguá arriscou de longe, mas a bola passou por cima do gol. Novamente, Parede apareceu e cruzou a bola, próximo a grande área, mas Ruy não conseguiu alcançar. O Rio Branco tentou, em cobrança de falta, e a bola para nas mãos do goleiro Wilson.

Já aos 19’, Ruy tentou pela esquerda, porém, o goleiro saiu para defender. Grande chance teve o mesmo Ruy, minutos depois. William Matheus cruzou e ele mandou pro gol. A bola parou no travessão, porém, o lance já estava assinalado como impedido.

Aí, o inesperado aconteceu. Depois de cobrança de escanteio, aos 24’, Éric, de cabeça, abriu o placar para o time do litoral. João Paulo, em seguida, mandou um chute forte na cobrança de falta, mas a bola passou do lado da trave.

Já nos acréscimos, Ruy tentou, também em cobrança de falta, mas parou nas mãos do goleiro.

Coritiba consegue empate com Kleber

O segundo tempo seguiu o mesmo ritmo do primeiro. Sandro Forner promoveu a entrada de Alecsandro, no lugar de Yan Sasse e Iago Dias, no lugar de Ruy. E quem chegou com mais perigo por primeiro foi o Rio Branco, que, inclusive, marcou aos 14’, mas o juiz assinalou impedimento

A chance mais significativa do Coritiba veio aos 26’, com Iago. Após cobrança de escanteio de Júlio Rush, que havia entrado no lugar de João Paulo, o camisa sete chutou para o canto da trave, mas o goleiro fez a defesa. Em seguida, Alecsandro tentou de cabeça, mas, mais uma vez, Éder defendeu. O mesmo Alecsandro teve chance, em seguida, no canto direito, mas não conseguiu.

Kleber, depois de cobrança de escanteio, tentou de voleio. Iago tentou completar, mas não deu. De frente pro gol, o camisa sete acabou parando na zaga adversária.

A vez do camisa 83 chegou aos 40’. Depois de cobrança de falta de Júlio Rush, o estreante da noite, ele conseguiu empatar o jogo, de cabeça, para alívio da torcida coxa-branca. Depois, Rush cobrou novo escanteio, mas a bola acabou sobrando na área adversária.

William Matheus arriscou pela esquerda, mas a bola parou nas mãos do goleiro.

Placar final: 1×1.

Agora, o próximo compromisso do Coritiba na temporada é fora de casa. Domingo, o time enfrenta a equipe União-PR, de Francisco Beltrão, a partir das 17h.

Fonte: site oficial do Coritiba

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.