Empate no Couto

Em jogo marcado pela atuação da arbitragem, Coritiba consegue um empate com um a menos em campo contra o Fluminense

O Coritiba conquistou um empate no fim da tarde deste domingo (23), com o Fluminense, no Couto Pereira. O jogo da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro foi marcado pela atuação da arbitragem, que expulsou o atacante Kleber em um lance duvidoso.

O Coxa marcou no segundo tempo, após um passe certeiro de Kazim para Leandro, que completou para dentro do gol. Já o Fluminense marcou ainda na primeira etapa com Gum.

Confira como foi o jogo:

Precisando vencer, o Coritiba subiu ao gramado do Couto Pereira em busca de mais uma vitória. Entre os titulares, a principal novidade foi a presença do atacante Iago. No banco, quem voltou a ser opção foi o atacante Kleber, ausente desde a terceira rodada do returno, com uma fissura no pé.

No começo do jogo, o Coxa tentou tomar a iniciativa, mas encontrou muitas dificuldades para penetrar na defesa adversária. O Fluminense apostava nas jogadas em velocidade, com Richarlison.

Levando vantagem nas bolas aéreas, o Fluminense abriu o marcador aos 14 minutos. Gustavo Scarpa cobrou falta da direita, Gum apareceu na pequena área, desviou de cabeça e mandou para o fundo das redes Wilson.

Com dificuldades para criar as jogadas ofensivas, a grande chance de empate do Coritiba aconteceu aos 23 minutos, Raphael Veiga lançou por elevação para Leandro. O camisa 11 tentou o toque por cobertura, mas a bola passou sobre o de Julio César.

Em busca do empate, Paulo César Carpegiani fez duas alterações ainda no primeiro tempo. Kleber e Gonzalez entraram nas vagas de Luccas Claro e Raphael Veiga. Com isso, Juan passou a atuar pela lateral esquerda.

Aos 41’, Kleber dividiu com Welinton Silva, a arbitragem pegou falta do artilheiro coxa-branca e expulsou atacante coritibano alegando reclamação. O lance gerou muita reclamação da equipe do Coritiba.

Mesmo com um a menos, Coxa marca com Leandro

No segundo tempo, a torcida alviverde mais uma vez jogou junto, pressionando a confusa arbitragem do representante da Federação Paulista de Futebol (FPF), Raphael Clauss.

Nos minutos iniciais, o Coritiba encontrou muitas dificuldades para encaixar a marcação. Com isso, o Alviverde tentava o ataque, mas acabava cedendo espaço de contra-ataques. Em ao menos três oportunidades, o tricolor carioca teve a chance de marcar o segundo gol, mas o Verdão conseguiu se safar.

Na base da empolgação e de muita determinação, o Coritiba conseguiu o improvável empate. Kazim dominou na intermediária e serviu na medida para Leandro, que invadiu a área e tocou para o fundo das redes.

Com um mais em campo, Levir Culpi mexeu no Fluminense colocando os atacantes Marcos Júnior e Magno Alves, renovando o gás no setor ofensivo carioca. O Coxa passou a se defender com duas linhas de quatro e apostava nas jogadas de contra-ataque, com Iago, Leandro e Kazim.

O Fluminense ainda teve chances de voltar à frente no placar e o Coritiba, por sua vez, envolvido com sua torcida, também tentava virar o placar. Mas após muita polêmica com a arbitragem, a partida terminou com o empate em 1 a 1.

Próximo jogo

A delegação coxa-branca viaja ainda neste domingo em direção a Colômbia, onde enfrentará o Nacional, na próxima quarta-feira, na partida de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana. A partida será a partir das 21h45, no estádio Atanásio Girardot.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Coxa volta a campo contra o Botafogo, no dia 29, contra o Botafogo. O próximo jogo no Couto Pereira é somente no dia 6 de novembro, contra o Atlético-MG.

Fonte: Site oficial do Coritiba.