Fla fica só no cheirinho e Independiente é campeão da Sula

Fla fica só no cheirinho e Independiente é campeão da Sula

O torcedor flamenguista acordou nesta quinta (14) com o gosto amargo da derrota. Diante de um clima pesado, com invasões ao Maracanã, confusões nos arredores do estádio e muito nervosismo, o Mengão entrou em campo para a segunda partida da final da Sul-Americana contra o Independiente na noite desta quarta-feira (13). O jogo foi amarrado, com poucas chances claras para as duas equipes. Até que aos 29 minutos do primeiro tempo, a prata da casa fez a diferença. Depois de bola alçada na área, Lucas Paquetá ficou com a sobra e marcou para o Rubro-Negro. Mas a festa da nação não durou muito tempo. Dez minutos depois, Cuéllar fez pênalti e o meia Barco empatou para o Rojo.

No segundo tempo, o técnico Rueda ainda tentou algo novo, colocando os garotos Vinícius Júnior e Lincoln, além do experiente Éverton Ribeiro. Mas não adiantou. O Flamengo ficou só no cheirinho e a festa foi da torcida do Independiente. Quem também lamentou a derrota do Rubro-Negro foi a torcida do Atlético Mineiro, que contava com o título do Mengão para chegar à pré-Libertadores. Com o título, o Rei de Copas atingiu a marca impressionante de 17 títulos internacionais. O Fla já tem uma vaga garantida na Libertadores, mas termina o ano com o gosto amargo de ter conquistado apenas o campeonato carioca, bem abaixo da expectativa criada diante de um dos elencos mais caros do país.

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.