Mesmo jogando pra cima, Coritiba sofre revés em Porto Alegre na partida contra o Grêmio, válida pela segunda rodada da Copa da Primeira Liga

Foi por pouco!

O domingo (07) de Carnaval não terminou tão bem para a equipe do Coritiba. O time, que vivia uma sequência de sete partidas sem derrotas, sofreu um revés na cidade de Porto Alegre e terminou a segunda rodada da fase de grupos da Copa da Primeira Liga com o placar de 1×0 para o Grêmio.

O atacante Leandro balançou as redes para o Coritiba no segundo tempo do jogo. Porém, mesmo sendo situação regular, o juiz anulou o gol. Com o resultado, o time gaúcho assume a liderança do Grupo B da competição.

Entraram em campo vestindo a camisa do Coritiba os jogadores: Wilson, Ceará, Walisson Maia, Juninho, Carlinhos (Vinícius), Amaral, João Paulo, Dudu (Ruy), Juan, Negueba e Leandro.
“Eu acho que houve uma grande evolução. A equipe teve uma postura, uma personalidade. A equipe teve uma situação de levar o resultado para o Coritiba, uma equipe aguerrida, uma equipe que tentou jogar. Tivemos erros, tomadas de decisões equivocadas, uma delas custou o resultado do jogo, mas, se nós continuarmos com esta postura, o Coritiba está no caminho”, avaliou o técnico coxa-branca Gilson Kleina no final da partida, em coletiva de imprensa.
Defesa do Coritiba se fecha, mas time da casa abre placar, quebrando sequência de vitórias coxas-brancas  
O primeiro tempo de Coritiba x Grêmio começou equilibrado em Porto Alegre. Com muitos toques de bola, alguns atrapalhados, o sistema defensivo das equipes estava fechado, impedindo chances significativas para os dois lados. O primeiro a se aproximar da grande área foi o Grêmio, com Pedro Rocha, por duas vezes, antes dos dez minutos da partida. O zagueiro coxa-branca, Walisson Maia, entretanto, trabalhou bem em velocidade, desarmando o atacante nas duas tentativas.

Depois disso, o jogo seguiu com algumas faltas. Aos doze minutos, Dudu levou a pior na dividida de bola e acabou ficando fora dos gramados da Arena, por alguns instantes. A primeira chance real de jogo do Coritiba chegou com Juan, aos quinze minutos. O jogador recebeu na grande área e mandou para o gol, porém, muito alto. Outro ataque significativo do meio campista quase deixou o placar de igual pra igual. Ele aproveitou lançamento do goleito Marcelo Grohe e mandou de rebote pro gol. Porém, Geromel defendeu de cabeça.

O time da casa acabou se dando bem aos vinte e um minutos, depois de um descuido do jogador Amaral. Wilson devolveu curto para ele, que rebateu para o goleiro sem notar a presença de Douglas. Com tranquilidade, o meia balançou as redes do Coritiba, tirando a chance de Wilson de estrelar no top 10 dos goleiros coxas-brancas que estiveram mais tempo em campo sem levar gols. Um minuto a mais no zero a zero destacaria o goleiro na história dos arqueiros do clube.

Depois do gol, o Grêmio ficou mais a vontade na grande área Alviverde, dando trabalho para a defesa coxa-branca. O Coritiba reagiu trabalhando o contra-ataque com João Paulo, Leandro e Negueba. O primeiro em cobrança de falta. O jogador arriscou da grande área, mas o goleiro da casa defendeu. Em seguida, Leandro arriscou pela esquerda, mas, só conseguiu o escanteio para a equipe coxa-branca. Quem também arriscou foi Negueba, que recebeu de Leandro, mas chutou muito alto.
Coritiba reage, mas gol é anulado por juiz
Um problema na iluminação da Arena Grêmio prorrogou em alguns minutos o início do segundo tempo da partida. Antes de sair dos gramados na primeira etapa, Amaral admitiu o erro acreditando na condição do time de dar a volta por cima nos minutos restantes de jogo. “Falhei, fui infeliz, a gente estava bem na partida. Continuamos bem e temos que chegar ao empate”, afirmou.

Apesar do time coxa-branca voltar com força e marcação adiantada, dificultando as jogadas do Grêmio, o resultado não veio. A partida ganhou mais velocidade com o Coritiba se aproximando mais da grande área. Juninho foi o primeiro a arriscar para o gol, mandando de cabeça. Mas, a bola passou por cima da trave.

O Grêmio trabalhava o contra-ataque, mas, a defesa do Coritiba segurava as jogadas. O ataque coxa-branca passou a criar mais oportunidades. Ao chutar da linha da grande área, Carlinhos levou perigo para Grohe, que espalmou, aos quatorze minutos da segunda etapa.  Em seguida, Dudu chegou pelo meio acionando Negueba, dentro da área. Ele mirou o gol, mas a bola foi para fora.

Nesta fase, chamou a atenção as defesas de Wilson. Aos dezessete minutos, por exemplo, anulou a jogada de Douglas com o pé direito. Outro destaque foi quando espalmou a bola enviada por Everton, que tirou aplausos da torcida coxa-branca.

Aos trinta e dois minutos, Leandro abriu o placar para o Coritiba, mas o Juiz, em uma decisão duvidosa, anulou o lance. Mesmo assim, a equipe coxa-branca não se deixou abalar, trabalhando bem na grande área dos adversários com Negueba, Leandro e Juan. Antes de ser substituído por Guilherme Parede, Negueba fez grande jogada pela direita, mas Grohe defendeu.

Parede levou perigo para a grande área por duas vezes. Em uma delas, a bola beijou o travessão esquerdo, depois do passe de Ceará.

O próximo jogo do Coritiba pela Copa da Primeira Liga é no dia 10 de março, contra o Avaí, no Couto Pereira.

Pelo Campeonato Paranaense, o Coxa entra em campo, em casa, na próxima quinta-feira (11), contra o Londrina.

 

Fonte: site oficial do Coritiba