Créditos: Miguel Locatelli/Site Oficial

Furacão domina e vence o Peñarol na Sul-Americana

Na noite desta quinta-feira (26), o Furacão venceu o Peñarol por 2 a 0, no Estádio Joaquim Américo, pela partida de ida da segunda fase. Marcelo e Pablo marcaram os gols.
O jogo de volta, no Uruguai, acontece no dia 7 de agosto [terça-feira]. A partida está marcada para as 19h30, no Estádio Campeón del Siglo.
O jogo
O Rubro-Negro pressionou no início da partida e quase marcou na primeira etapa, mas os gols ficaram reservados para o segundo tempo.
Aos cinco minutos, Gonzalo cobrou falta no canto esquerdo, mas Santos se esticou todo para praticar uma grande defesa.
Quatro minutos depois, o Furacão chegou bem ao ataque e conseguiu grande oportunidade. Lucho tentou o chute, que parou na marcação. A bola sobrou com Marcelo Cirino, que adiantou e foi derrubado dentro da área. Raphael Veiga cobrou o pênalti no canto direito, mas o goleiro praticou a defesa.
Aos 14’, Paulo André pegou a sobra na meia lua da grande área e soltou a bomba. O goleiro foi buscar no canto e colocou para escanteio.
Da metade para o final do primeiro tempo, o Furacão continuou criando boas chances, mas sem levar grande perigo ao gol uruguaio.
Após o apito final, Wanderson levou o segundo cartão amarelo e foi expulso.
Na segunda etapa, o Rubro-Negro teve que recompor a defesa, saindo o atacante Marcinho para a entrada do zagueiro Léo Pereira.
Mesmo com um a menos, o Furacão não desistiu de procurar o gol. E achou aos 14 minutos da etapa final. Santos viu bem a subida de Marcelo ao ataque e fez o lançamento. O camisa 10 disputou a bola com o zagueiro e com o goleiro e levou a melhor. Depois, foi só rolar para o fundo das redes para abrir o placar. 1 a 0!
Logo após o gol atleticano, Marcelo avançou pela direita e sofreu falta de Gabriel Fernández, que levou o segundo amarelo e também foi expulso.
Aos 19’, Renan Lodi bateu cruzado da entrada da área e a bola passou com perigo, à direita.
O segundo gol atleticano saiu depois de uma jogada bem trabalhada. Tudo começou com Renan Lodi, que passou por dois adversários e tocou para Rossetto. O camisa 20 viu a passagem de Jonathan, que recebeu e bateu cruzado. Dentro da pequena área, Pablo apareceu de carrinho para balançar as redes, aos 34 minutos. 2 a 0!
Quatro minutos mais tarde, o time atleticano partiu em contra-ataque e a bola ficou com Cirino. Ele arriscou de longe e o goleiro colocou para escanteio.
No último minuto do tempo regulamentar, Marcelo puxou o contra-ataque na sua principal característica e tocou para Pablo. Ele tentou o toque na saída do goleiro, que praticou a defesa. Boa chance para o Furacão.
Pablo teve nova chance dois minutos depois, novamente após passe de Marcelo. A cabeçada, no entanto, foi no meio do gol e facilitou para o goleiro.

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.