Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial

Furacão vence no tempo normal e é eliminado pelo Grêmio nos pênaltis

Após o confronto realizado em Curitiba, que terminou com vitória do time gaúcho por 1 a 0, Atlético Paranaense e Grêmio voltaram a se enfrentar na noite desta quarta-feira (21). Em Porto Alegre, pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, o Furacão devolveu o placar (1×0) e levou a decisão da vaga para os pênaltis. O gol no tempo normal foi marcado por André Lima.
Após oito cobranças de cada time, o Grêmio avançou, com o resultado de 4 a 3.
O jogo
O início do confronto em Porto Alegre foi de muita marcação. As duas equipes buscavam o ataque, mas priorizavam a parte defensiva. Logo aos quatro minutos, o Grêmio teve uma boa chance. Henrique Almeida saiu cara a cara com Weverton e bateu à esquerda do goleiro. A bola passou raspando a trave.
O Furacão respondeu aos 26 minutos. Luan tabelou com André Lima e arriscou chute de fora da área, por cima do gol. Mas três minutos depois, o Rubro-Negro abriu o placar. Luan inverteu a bola para Hernani, na esquerda. O volante bateu colocado, Marcelo Grohe rebateu e André Lima, oportunista, empurrou para o gol. 1 a 0!
Na segunda etapa, o Grêmio se lançou ao ataque, mas o Furacão continuou marcando bem. Aos 12 minutos, Paulo Autuori precisou fazer a primeira alteração na equipe. André Lima, com dores no joelho, deixou o campo para a entrada de Marcos Guilherme.
O Grêmio tentou pressionar e chegou com perigo aos 30 minutos. Guilherme passou pela zaga e tentou finalizar. Weverton saiu bem na bola e colocou para escanteio. Aos 36 minutos, o time gaúcho teve outra chance, com Luan, que bateu cruzado para fora. Mas o placar seguiu 1 a 0 para o Rubro-Negro e a decisão foi para os pênaltis.
Na decisão, foram precisos 16 pênaltis para definir o classificado. Nas primeiras cinco cobranças, empate em 2 a 2. Weverton fez três defesas. Nas primeiras cobranças alternadas, Marcelo Oliveira e Marcos Guilherme fizeram. Na sequência, Kannemann e Weverton perderam. No oitavo pênalti de cada equipe, Guilherme fez e Paulo André parou na trave. Com isso, o Grêmio avançou para as quartas de final.
Cobranças de pênaltis:
1ª do Grêmio – Maicon fez (batida alta no canto direito) 1×0
1ª do Atlético Paranaense – Thiago Heleno empatou (chute forte no meio) 1×1
2ª do Grêmio – Edilson marcou (chute alto no meio) 2×1
2ª do Atlético Paranaense – João Pedro perdeu (Grohe defendeu) 2×1
3ª do Grêmio – Walace também perdeu (Weverton pulou no canto direito e defendeu) 2×1
3ª do Atlético Paranaense – Otávio perdeu (Grohe fez a defesa com o pé) 2×1
4ª do Grêmio – Douglas perdeu mais um (Weverton foi no mesmo canto e pegou) 2×1
4ª do Atlético Paranaense – José Ivaldo errou (chute foi por cima do gol) 2×1
5ª do Grêmio – Luan perdeu (mais uma vez Weverton defendeu) 2×1
5ª do Atlético Paranaense – Hernani empatou (bola de um lado e goleiro do outro) 2×2
6ª do Grêmio – Marcelo Oliveira fez (toque no canto direito) 3×2
6ª do Atlético Paranaense – Marcos Guilherme empatou de novo (toque rasteiro no meio) 3×3
7ª do Grêmio – Kannemann errou (chute por cima do gol) 3×3
7ª do Atlético Paranaense – Weverton foi para a bola e perdeu (defesa no canto esquerdo) 3×3
8ª do Grêmio – Guilherme marcou (chute no meio) 4×3
8ª do Atlético Paranaense – Paulo André perdeu (chute parou no travessão) 4×3