Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial

Furacão vence o Capiatá e está no Grupo 4 da Libertadores

Após o empate em 3 a 3, na partida em Curitiba, Atlético Paranaense e Deportivo Capiatá voltaram a se enfrentar na noite desta quarta-feira (22). Valendo vaga na fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone, o Furacão venceu com 1 a 0 e avançou na competição. O gol da classificação foi marcado por Lucho González, ainda no primeiro tempo.
Classificado, o Rubro-Negro integrará o Grupo 4 do torneio, que conta com Flamengo, San Lorenzo [Argentina] e Universidad Católica [Chile]. O primeiro duelo atleticano será diante dos chilenos, em Curitiba, no dia sete de março.
O jogo
Precisando vencer para continuar na Conmebol Libertadores Bridgestone, o time atleticano começou no ataque, enquanto o time paraguaio tentava segurar o jogo.
Com mais posse de bola e dominando a partida, o Furacão abriu o placar aos 11 minutos. Nikão cobrou escanteio da esquerda e Paulo André desviou de cabeça. A bola sobrou para Lucho González, que bateu no alto e marcou para o Rubro-Negro.
Dois minutos depois, o Capiatá chegou pela primeira vez com perigo. Gamarra recebeu em profundidade, dominou e bateu no gol. A bola foi por cima da trave de Weverton.
Atrás no placar, o time paraguaio pressionou o Furacão, chegando bem em jogadas laterais e bolas alçadas na área. Bem postada, a defesa atleticana evitou o gol de empate.
Aos 36 minutos, Paulo Autuori foi obrigado a mexer na equipe. Lesionado, Grafite deu lugar a Luis Henrique. E o placar do primeiro tempo não foi alterado.
Na segunda etapa, o Furacão começou bem e assustou logo aos 10 minutos. Luis Henrique fez o pivô e tocou para Lucho González. O meia arriscou da entrada da área e a zaga conseguiu fazer o corte.
Após isso, o Deportivo Capiatá voltou a ficar com a bola e atacando o Atlético Paranaense. Assim como aconteceu no primeiro tempo, as principais ações ofensivas vinham pelas laterais e com jogadas de bola parada.
O time rubro-negro marcava bem e explorava os contra-ataques com Nikão, Pablo e Felipe Gedoz. Aos 26 minutos, Nikão dominou na direita, carregou e lançou Luis Henrique. Na hora do drible, o atacante foi desarmado.
Aos 30 minutos, foi a vez do Capiatá assustar. Aproveitando cruzamento da direita, Gamarra tentou de cabeça e Weverton fez a defesa.
Em outro contra-ataque pela direita, aos 37 minutos, Nikão lançou Felipe Gedoz. O camisa 10 atleticano dominou e bateu. A bola passou por cima do gol.
Aos 39 minutos, Nikão tabelou com Otávio e recebeu na cara do gol. Na finalização, o goleiro conseguiu fazer a defesa. A bola ainda voltou para o meia, que tentou e foi cortado pela zaga.
Em outra bola pela direita, mais uma ótima chance atleticana. Nikão tocou para Gedoz, que arriscou de fora da área. O chute passou rasteiro, à direita, assustando o goleiro. O time paraguaio ainda tentou pressionar, mas o Furacão saiu com a vitória e classificado.