Idosos devem recadastrar cartão-transporte anualmente

Idosos com mais de 65 anos e direito à isenção da tarifa de ônibus em Curitiba precisam fazer o recadastramento para evitar o bloqueio do cartão-transporte. O recadastramento deve ser feito todo ano, no mês do aniversário do passageiro. O alerta é da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs).

A medida serve para evitar fraudes com o cartão isento. Atualmente a Urbs tem cadastrados 177 mil idosos. Os recadastramentos são feitos nos postos da Urbs nas Ruas da Cidadania Matriz, Santa Felicidade, Fazendinha, Pinheirinho, Tatuquara, Bairro Novo, Carmo, Cajuru e Boa Vista.

Os beneficiários da isenção precisam comparecer pessoalmente a um dos postos de atendimento, levar CPF, RG e o cartão antigo da Urbs. “Para ter direito ao benefício é preciso fazer prova de vida anualmente, como acontece para outros benefícios. Mas, não é preciso correria”, disse o gestor de Transporte e da Urbs.

Outros isentos também precisam recadastrar o cartão-transporte. Pessoas com deficiência física ou invalidez devem ir às unidades da Urbs antes do vencimento de seus cartões.

Para essas categorias de isenção, além dos documentos pessoais será preciso apresentar exames médicos que comprovem a permanência da condição que dá direito à gratuidade no transporte.
Serviço: recadastramento da Urbs para idosos

Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, não fecha no horário do almoço

Locais: Ruas da Cidadania

Matriz – Praça Rui Barbosa

Santa Felicidade – Rua Santa Bertila Boscardin, 213

Pinheirinho – Avenida Winston Churchill, 2.033

Fazendinha – Rua Carlos Klemtz, 1.700

Boa Vista – Avenida Paraná, 3.600

Carmo – Avenida Marechal Floriano Peixoto, 8.430

Cajuru – Avenida Prefeito Mauricio Fruet, 2.150

Bairro Novo – Rua Tijucas do Sul, 1.700

Tatuquara – Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n