Invicto, mas Eliminado!
Feijão fez o gol do empate: 1x1 e decisão nos pênaltis. Foto: Geraldo Bubniak

Invicto, mas Eliminado!

O Paraná Clube se despediu neste domingo (25) do Campeonato Paranaense 2018. Invicto sob o comando do técnico Rogério Micale, o Tricolor foi eliminado nos pênaltis pelo Londrina: 4×2, após o empate (1×1) nos 90 minutos. “O sentimento é de derrota. Vamos administrar esse luto nos próximos dias e, então, começar a trabalhar forte de olho no Brasileirão”, disse o treinador paranista logo após a partida, disputada na Vila Capanema.

Mesmo com o apoio de seu torcedor, o Paraná não conseguiu superar o goleiro Alan, destaque da partida. Além de grandes intervenções durante a bola rolando, o goleiro ainda defendeu duas penalidades máximas e garantiu seu time na decisão da Taça Caio Júnior. Embalado pela sequência de quatro vitórias, o Tricolor começou o jogo pressionando o rival. Mas, aos 16 minutos, Micale perdeu a sua principal referência criativa. Carlos Eduardo sentiu uma “fisgada” na coxa esquerda e deu lugar a Matheus Pereira.

O Paraná não conseguiu manter o mesmo ritmo e, aos 28 minutos, Márcio salvou sobre a risca, após a finalização de Carlos Henrique. Aos 31, não teve jeito Numa cobrança rápida de falta, Marcelinho recebeu na direita e cruzou para a finalização de Wesley: 1×0. Pouco depois, começou a brilhar a estrela de Alan. Na jogada de Baez, Lucas Costa cortou com a mão: pênalti. Na cobrança, aos 37 minutos, Diego bateu por cima do travessão. No final, o goleiro londrinense ainda fez duas defesas seguidas, no chute de Wesley – com a perna – de depois no rebote de Diego.

O Tricolor voltou para o segundo tempo com Vitor Feijão na vaga de Marcelo Baez. Matheus Pereira, aos 8 minutos, encheu o pé e a bola explodiu no peito de Alan. Zezinho, que entrara na vaga de Leandro Vilela, aos 28, de cabeça, quase empatou. Na busca pelo gol, o Paraná se expôs e o Londrina desperdiçou pelo menos duas chances claras para “matar” o jogo. Aos 36, veio o empate. No cruzamento de Diego, Vitor Feijão entrou livre para empurrar para a rede: 1×1.

O resultado levou a decisão para os pênaltis e o Tubarão levou a melhor. Alan defendeu as cobranças de Matheus Pereira e Diego – Alemão e Zezinho marcaram – e o Londrina não desperdiçou nenhuma. Lucas Costa, Lorenzi, Roberto e Anderson Leite marcaram e, com o 4×2, o time de Marquinhos Santos chegou à final da Taça Caio Júnior.

Fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.