Segundo o secretário municipal de governo, Pedro Paulo, ainda é cedo para determinar culpados pelo acidente, mas a prefeitura não vai se isentar de possíveis falhas na fiscalização Fernando Frazão/Agência Brasil

Laudo pericial sobre desabamento de ciclovia no Rio fica pronto em 30 dias

O laudo final da perícia para determinar as causas do desabamento de parte da Ciclovia Tim Maia, na Avenida Niemayer, em São Conrado, deve ficar pronto em 30 dias, informou hoje (22) o secretário municipal de governo, Pedro Paulo Carvalho. O estudo será feito pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH).

Pedro Paulo informou que serão apresentados também laudos preliminares que possam apontar as causas do acidente. “O estudo irá periciar as causas do acidente, irá rever todos os modelos de impacto costeiro, de toda a ciclovia, e também a ciclovia do Joá”, disse o secretário, que participou, nesta manhã, de reunião com técnicos de entidades que farão a perícia independente. O valor do estudo ainda será apresentado à prefeitura.

Segundo o secretário, ainda é cedo para determinar culpados, mas a prefeitura não vai se isentar de possíveis falhas na fiscalização. “Também puniremos servidores ou fiscais que tiveram algum tipo de falha ou erro na projeção e execução do projeto”, disse Pedro Paulo Carvalho. “E teremos medidas a partir desse episódio que possam evitar outras tragédias, para estabelecer novos protocolos de emergência.”

O trecho da ciclovia que desabou recebeu tapumes, e a Avenida Niemayer foi liberada para o tráfego de veículos no início da tarde.

O consórcio responsável pela obra, Concremat-Concrejato, não participou da reunião, mas estará à disposição da perícia independente para prestar os esclarecimentos necessários, adiantou o secretário.