Literatura para todos

Em comemoração aos oito anos do programa de leitura nos bairros, a Semana Curitiba Lê continua com programação gratuita, focada na formação de leitores, até dia 23 de abril. Já foram feitas 15 rodas de leitura, palestras e debates para todos os interessados desde agentes de leitura, bibliotecários e professores a estudantes e crianças.

“Sinto que estamos abrangendo a sociedade num todo. Está sendo muito bacana, estamos utilizando todas as possibilidades que temos no universo da leitura e ainda tem muita coisa para acontecer”, disse Mariane Torres, coordenadora de literatura da Fundação Cultura de Curitiba.

Nos próximos dias ainda estão previstas ações de destaques dentro da programação. Na noite desta quarta-feira (18/4), às 19h, a premiada escritora curitibana Luci Collin conversa sobre o lugar da poesia, do conhecimento e da arte para as sociedades. A palestra terá mediação de Diamila Medeiros e novos escritos da autora serão lidos.

Outras ações permanentes integram a agenda da Semana, como o varal de poesias com autores que nomeiam as casas da leitura, na Rua da Cidadania do Boqueirão. O varal fica em exposição até sexta-feira (20/04), às 18h, para ler as obras ou levar para casa.

Programação artística 

O show gratuito do grupo de tradução e performance poética Pecora Loca, será o ponto alto do evento. A apresentação é gratuita e acontece nesta quinta-feira (19/4), às 19h30, na Capela Santa Maria Espaço Cultural.

O grupo é inspirado por formações como o coletivo francês Démodocos e o brasileiro Giz en Scène. O repertório consiste de recitação, tradução, musicalização e performance dos poemas greco-romanos e de canções do período moderno em outras línguas.

O grupo, coordenado por Rodrigo Tadeu Gonçalves e Guilherme Gontijo Flores, é formado também por Bernardo Brandão, Guilherme Bernardes, Luana Prunelle, Leonardo Fischer, Raphael Pappa Lautenschlager e Sergio Maciel.

Comemorando os oito anos

O idealizador do programa Curitiba Lê, Mauro Tietz, está acompanhando a programação e comentou sobre a felicidade de ver o resultado que está sendo colhido durante todos esses anos. “Foram oito anos de serviços voltados a tentar fazer uma comunidade mais leitora, num cenário tão adverso como o brasileiro, onde a maioria da sua população não pratica a leitura”, disse.  “Ver hoje a capilaridade do programa e essa inserção social tão bacana, é motivo de felicidade muito grande”, definiu Tietz.

Também está acompanhando os debates a coordenadora da biblioteca Emiliano Pereira em Araucária, Daniele Gomes dos Santos. “Essa semana faz com que a gente pense em novas formas de incentivar a leitura, e também conhecer o que está dando certo em outros lugares”, explicou.

A análise do cenário da leitura nacional foi comentada pela coordenadora da rede de bibliotecas públicas municipais de Belo Horizonte, Fabiola Farias. “Conversando com os profissionais de Curitiba conseguimos perceber que os problemas são os mesmos que sentimos em Belo Horizonte, a questão é brasileira. O compromisso que temos hoje é pensar política de livre leitura no bojo de outras políticas sociais, para garantia da participação da população na cultura escrita”, afirmou Fabiola, que esteve presente durante a palestra de abertura.


Serviço: ATIVIDADES GRATUITAS
Quarta-feira, 18 de abril
Bate-papo com Luci Collin: “Poesia em Tempos de Crise”
Horário: 19h30
Local:
 Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273)
Atividade com certificação. Inscrições antecipadas e informações em: coordenacaodeliteratura@fcc.curitiba.pr.gov.br


De quarta-feira a sexta-feira, 18 a 20 de abril
Varal de poesia com autores que nomeiam as Casas da Leitura
Local: Casa da Leitura Marcos Prado (Rua Pastor Antônio Polito, 2200 – Alto Boqueirão)


Quinta-feira, 19 de abril
Show com Pecora Loca
Horário: 19h30
Local: 
Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273)

Veja a programação completa da Semana Curitiba Lê no link: https://bit.ly/2qwPm7h