Guilherme Biteco comemora o gol da vitória. Foto: Geraldo Bubniak

Na Raça

Não faltou entrega. Não faltou superação. E, desta vez, o Paraná Clube conseguiu mandar a bola pra rede e venceu a primeira no Campeonato Brasileiro da Série A. No fechamento da 9ª rodada, o time de Rogério Micale fez 2×1 no Fluminense, para alívio dos paranistas que encararam o frio e a chuva para ver, de perto, o Tricolor em ação.

Além das quatro ausências forçadas – Neris e Jhonny Lucas, suspensos, Cléber Reis e Silvinho, lesionados –, o Paraná entrou em campo com outras duas mudanças: Mansur e Caio Henrique foram para o banco de reservas. Uma atmosfera de tensão, que poderia se intensificar logo aos 5 minutos, quando Carlos sentiu uma lesão no joelho e teve que deixar o gramado. Caio Henrique entrou no time e o Tricolor partiu pra cima do Flu.

Aos 9 minutos, Léo Itaperuna ganhou um presente da zaga carioca, avançou e bateu, mas Gum se recuperou e mandou pela linha de fundo. O Paraná teria a melhor chance aos 25 minutos. Após jogada de Caio Henrique, a bola chegou para Thiago Santos, que mandou um “balaço” na trave. Logo depois, em cobrança de escanteio, Jesiel disparou um voleio e exigiu grande defesa de Júlio César.

No segundo tempo, o Paraná enfim saiu do sufoco. Carlos Eduardo lançou Léo Itaperuna, que foi derrubado na área: pênalti. Thiago Santos, com raiva, bateu e marcou. Pela primeira vez nesta Série A o Tricolor saia na frente. Na comemoração, o camisa 9 “desenterrou” a metralhadora. Com a vantagem, o Paraná se fechou e passou a esperar o erro do Fluminense.

Aos 25 minutos, Júnior arrancou em velocidade, derivou para o meio e bateu forte, para a defesa de Júlio César. O goleiro do Flu faria nova defesa em lance parecido, mas protagonizado por Torito González. Aos 43, Caio Henrique fez a jogada pela esquerda e cruzou para Biteco, que só desviou para o gol: 2×0.

A vitória parecia consolidada, mas aí o Fluminense partiu pra pressão. Aos 47 minutos, Thiago Rodrigues fez grande defesa em cobrança de falta de João Carlos. No minuto seguinte, Pablo Dyego diminuiu, mas foi só. Paraná Clube 2×1.

Fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.