Nova iluminação das ciclovias toma forma com instalação de postes

A nova iluminação nas ciclovias já começou a “aparecer” nos bairros Prado Velho e Hauer. As ruas Aluízio Finzetto, Cyro Vellozo, Conselheiro Laurindo, João Negrão e a Linha Verde estão com os novos postes que darão iluminação exclusiva e direcionada para as ciclovias.

Já foram instalados 120 postes com luminárias de LED, que deixarão o caminho dos ciclistas mais seguro durante as noites. As obras fazem parte do investimento de R$ 2,3 milhões que a Prefeitura faz na implantação e melhoria do sistema de iluminação pública das ciclovias.

Em alguns trechos, como na Aluízio Finzetto, no Prado Velho, e Linha Verde, nas proximidades do Pinheirinho, não existia nenhuma iluminação nas ciclovias. As obras são coordenadas e fiscalizadas pelo Departamento de Iluminação Pública, da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura.

O trabalho envolve a implantação da iluminação em 18,5 quilômetros de ciclovias localizadas na Linha Verde Sul, Parque São Lourenço, Passeio Público e nas ruas Aluízio Finzetto, João Negrão, Conselheiro Laurindo, Alexandre Gutierrez e Alferes Poli.

Serão instalados cerca de mil novos postes baixos, com cinco metros de altura, e luminárias de LED, que garantem iluminação mais eficiente e econômica. Os postes começaram a ser instalados em junho e em alguns pontos da Rua Aluízio Finzetto a nova iluminação já está funcionando.

Sistema antifurto

As obras já atingiram cerca de 50% de execução, mas muito trabalho precisou ser refeito por conta de crimes de roubo de cabos e luminárias. Em alguns pontos da Aluízio Finzetto e da Linha Verde, no Prado Velho, a empresa contratada fazia o serviço durante o dia, com instalação dos cabos, postes e luminárias, e à noite os equipamentos eram furtados.

Foram registrados 24 furtos de luminárias nos postes recém-instalados. A Prefeitura fez boletins de ocorrência de todos os casos e encaminhou para a Polícia Civil investigar. Por conta dos crimes, o sistema de instalação precisou ser refeito. Todos os 120 postes foram concretados no chão.

Os funcionários perderam uma semana para refazer toda a instalação. Agora, cada base de poste é concretada. Além disso, todo o cabeamento de energia tem um sistema antifurto, com isolamento de concreto. Ao todo, 23 funcionários trabalham nas obras.

Mais segurança

Nesta semana os trabalhos estão sendo feitos no final da Rua Aluízio Finzetto, nas proximidades do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no Prado Velho, com instalação dos cabos e colocação dos postes com luminárias.

Na Linha Verde Sul, perto do Terminal do Pinheirinho, estão sendo feitas as escavações para a instalação do cabeamento subterrâneo. Nesta região, a ciclovia não tinha nenhum tipo de iluminação.

Para Gilmar Menegasso de Oliveira, 46 anos, professor de Educação Física e morador do Xaxim, a escuridão provocava insegurança e problemas para os moradores com assaltos. “Com certeza vai ficar mais seguro e a qualidade de vida dos moradores vai aumentar muito. Acredito que as atividades físicas na região não são tão frequentes devido à falta de iluminação adequada. Isso vai mudar”, afirmou Oliveira.

Locais

As obras foram divididas em dois lotes, com prazo de execução de 180 dias. O lote 1 contempla oito quilômetros de ciclovias na Linha Verde, entre o viaduto da Avenida Marechal Floriano e o terminal de ônibus do Pinheirinho. Neste trecho são implantados 24 mil metros de cabos elétricos e cerca de 400 luminárias baixas com lâmpadas LED de 60 watts de potência. O investimento nessa etapa é de R$ 882 mil.

Já o lote 2 abrange 10,5 quilômetros da ciclovia Belém Norte, entre o Parque São Lourenço e o Passeio Público, e as ruas Aluízio Finzetto, João Negrão, Conselheiro Laurindo, Cyro Vellozo e a Alexandre Gutierrez, entre a Praça do Japão e a Avenida Getúlio Vargas. Serão colocados 30 mil metros de cabos elétricos e 600 luminárias com lâmpadas LED de 60 watts. O investimento nesse lote será de R$ 1,47 milhão.