O Amor Que Deu Origem a Tudo

O Amor Que Deu Origem a Tudo

Nesta fase do ano no hemisfério sul, a natureza está no ápice da fertilidade! Os dias estão mais iluminados pelo Sol e florindo. O tempo é propício para plantio e germinação.

O povo Celta conhecia a natureza das coisas e era conectado com os ciclos naturais, e celebrava nesta época do ano “o Amor que deu origem a tudo”. Era celebrado e festejado o grandioso potencial da fertilidade, a capacidade de gerar vida, de cultivo, germinação e florescimento! Eles chamaram esse momento de Beltane, que significa “o momento em que a face luminosa do Sol se volta à terra e a faz germinar”!

Momento do encontro das forças opostas e complementares, agindo sem competição, e sim com amor e união para criar, construir, edificar e gerar vida, afim de que tudo na Terra possa existir!

A Atmosfera é de alegria, purificação e fertilidade! Com confiança e esperança de prosperidade, fartura e abundância!

O simbolismo aqui é do fogo, remetendo a luz do Sol que toca na terra e a faz florescer em grandes e belas colheitas, simboliza também a purificação necessária para gerar nova vida. As pessoas aproveitavam esse momento para se renovarem espiritualmente, fogueiras eram acessas nos topos dos montes em lugares considerados sagrados. Eram realizados grandiosos banquetes em meio a natureza. E ao passar entre duas fogueiras, acreditava que recebia-se purificação e energia do fogo para transmutar, livrar-se de doenças e trazer luz e energia para criar. Usavam também fitas coloridas que representam as cores da vida e o entrelaçar e tecer do próprio destino e encontros.

E esses são momentos importantes nos ciclos da natureza, que obviamente têm influência sobre nosso corpo, influencia nosso metabolismo, modo de pensar e agir. Devido a correria e superficialidade que vivemos hoje em dia, quase que ignoramos isso. Mas quanto mais nos envolvermos e nos conectarmos com esses ciclos, melhor será para nossa saúde física, emocional e mental.

Então aproveite esse momento para se renovar! Se desconectar da escassez e de crenças limitante de que você “não é merecedor” ou de que “não é capaz”, e se conectar com a abundância, desejando prosperidade a tudo e todos.

O tempo de sacrifícios já acabou, agora são tempos de benções, e elas acontecem no mesmo momento em que nos conectamos com essa sintonia, vibre fertilidade e prosperidade que você vai ressoar com fertilidade e prosperidade.

Aproveite para revigorar o amor próprio, autoestima, respeito por si mesmo, a fé em si mesmo! Conecte-se com sua força trazendo vitalidade para sua essência interior.

Terapeuta acupunturista e proprietária da Estação de Arte e Cura Sereni Gayatri, com o propósito de amparar sua jornada e elevar a consciência.