OMS pretende considerar vícios em vídeo-games como distúrbio mental

OMS pretende considerar vícios em vídeo-games como distúrbio mental

O vício em videogames poderá ser classificado como um transtorno mental a partir de 2018, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. A OMS pretende incluir o vício em jogos eletrônicos na próxima edição da Classificação Internacional das Doenças (CID) que será publicada no ano que vem.

O vício em videogames deve ser inserido na categoria de “distúrbios devido a um comportamento dependente”, a mesma em que está incluído o vício em jogos de azar.

Se entrar na próxima publicação, será a primeira vez que uma dependência ligada à tecnologia entrará na lista de doenças da OMS.

Por meio de nota, a organização afirma que incluir o comportamento na lista de patologias é importante para facilitar o diagnóstico e o tratamento da dependência, além de permitir um aprofundamento no tema.

Entre os sintomas para um possível diagnóstico está a prioridade que o paciente dá ao vídeo-game. Se o aparelho estiver acima de outros interesses cotidianos, isso poderá ser um indício de que a pessoa sofre do distúrbio.