Ópera A Flauta Mágica leva para o palco adereços de materiais recicláveis

Ópera A Flauta Mágica leva para o palco adereços de materiais recicláveis

Arames, canudinhos, plásticos, pratos de papelão, banners se transformaram em chapéus, perucas, cintos, mantos, objetos e outros ornamentos para mais de 30 atores e figurantes da ópera A Flauta Mágica, de Wolfgang Amadeus Mozart.

Cantada em português, a ópera será encenada nesta quarta-feira (7/2) e quinta-feira (8/2), no Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha), pelos alunos do curso de Ópera Studio e de Técnica Vocal, da 35ª Oficina de Música de Curitiba.

Os adereços foram criados durante o curso Ateliê de Criação de Acessórios e Objetos para Ópera, dirigido pela atriz e artista plástica Maria Adélia, que ministra workshops no Brasil e na França, onde viveu por 17 anos e integrou a trupe do “Theatre du Soleil”. “Trabalhamos com o lixo e está sendo ótimo. É muito bacana ver que no teatro não se perde nada, tudo pode ser reaproveitado”, diz.

Toda a produção da ópera é feita dentro da Oficina de Música. A montagem tem direção musical do maestro Abel Rocha, direção cênica de William Pereira, e preparação dos professores de canto Rosana Lamosa e Leonardo Vieira.

 

 

Serviço:

Ópera A Flauta Mágica

Dia: quarta-feira (7/2), às 19h30, e quinta-feira (8/2), às 19h

Local: Guairinha, Rua XV de Novembro, 971 – Centro

R$ 20 e R$ 10 (meia).