Os Benefícios do Pilates

O Pilates solo foi criado por Joseph Pilates em 1923 na cidade de Nova York. Sendo um sistema de condicionamento físico e mental que melhora a força muscular, a flexibilidade e a coordenação, reduzindo o estresse, e promovendo a melhora do bem-estar. Este método não é considerado um tratamento fisioterapêutico; por exemplo, se a pessoa tem algum problema de saúde, como hérnia de disco ou alterações posturais (escoliose, hipercifose), deve inicialmente tratar com fisioterapia e RPG, em seguida procurar o este método, pois ele é um condicionamento físico, posterior ao tratamento.

Seus princípios são:
A respiração, que pode ser descrita como powerhouse (músculos do core), que é o motor que impulsiona o Pilates, e pode ser vista como sendo do corpo e da mente.

A concentração, que é o direcionamento da atenção para um objetivo único, sendo o domínio do exercício.

O centro refere-se ao centro de gravidade do corpo, ou seja, é o ponto em que o organismo pode ser suspenso e permanece totalmente equilibrado em todas as direções.

O controle é a regulamentação de uma determinada ação, ou seja, ao realizar o exercício pela primeira vez, a pessoa precisa utilizar o controle, mas, conforme a habilidade aumenta, este controle será mais refinado. A precisão é a maneira exata que uma ação é executada.

O fluxo é a qualidade essencial para compreensão do movimento, incorporando a ativação do músculo e o controle do tempo.

Seus benefícios incluem:
Proporciona ênfase no alinhamento adequado durante o exercício. Isso torna o praticante mais consciente de seu corpo e da posição correta em todos os momentos do dia a dia, contribuindo para o alívio das dores nas costas causado por um estilo de vida sedentário;

Ajuda você a encontrar o seu equilíbrio interior e se livrar da ansiedade. Melhora a respiração, o indivíduo que tem estresse ou ansiedade constante interrompe a respiração normal, gerando um bloqueio no músculo do diafragma. Como o Pilates trabalha a musculatura respiratória, ele é capaz de ensinar novamente essas pessoas a respirar, o que é feito pela associação dos exercícios à um tempo preciso de inspiração e expiração;

O grande diferencial do método Pilates é que o fortalecimento muscular que é realizado de forma global e não segmentar. Durante os exercícios, ocorre a ativação simultânea de diversos grupos musculares e há uma integração dos músculos principais, secundários e posturais.

Drª Andréia Rufino
Fisioterapeuta
Fisiocenter

Especialista em Coluna Vertebral, Traumato Ortopedia Funcional, RPG e Terapia Crânio Sacral. Pós-graduada na Inglaterra. Atende na FISIOCENTER. Av. Silva Jardim, 266 – Rebouças