Zaga do Oeste levou a melhor no duelo com Renatinho.

Paraná Clube vacila e permite virada do Oeste: 2×1

O Paraná Clube não jogou bem e viu o Oeste-SP virar o jogo em plena Vila Capanema. Apesar da derrota por 2×1, o Tricolor segue na 4ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série B. Porém, a vantagem, agora, é apenas de um ponto para o clube paulista, 5º colocado. “Seguimos dependendo apenas de nossos resultados. Mas, temos que ter inteligência para fazer os ajustes necessários nessa reta final de competição”, disse o capitão Eduardo Brock.

O jogo, como se imaginava, foi tenso e de poucas chances de gols. Pelo menos no primeiro tempo. O Paraná não conseguia penetrar na bem postada defesa adversária. Alemão e Renatinho bem que tentaram, mas sem levar perigo ao goleiro Rodolfo. Mas, aos 47 minutos, o Tricolor saiu do sufoco. Num chute de canhota, de fora da área, o volante Vinícius Kiss acertou o canto esquerdo do goleiro, que nada pôde fazer: 1×0.

O placar fez com que o técnico Roberto Cavalo mexesse no time, com as entradas de Jheimy e Henrique. Porém, o Paraná seguia melhor na partida e quase ampliou aos 9 minutos. Numa jogada com a participação de todo o setor ofensivo, a bola chegou ao centroavante Alemão, que girou sobre seu marcador e bateu, para a defesa de Rodolfo. Matheus Costa tentou dar mais velocidade ao time, com a troca de Renatinho por Giovanny. Mas, num descuido defensivo, logo depois, o Oeste empatou.

O lançamento longo, aos 21 minutos, pegou a zaga desprevenida e Gabriel Vasconcellos fez 1×1. O Paraná sentiu o “golpe” e mesmo com as entradas de Felipe Alves e Vitor Feijão, pouco perigo levou à meta de Rodolfo. Para piorar o cenário, aos 41 minutos, o Oeste conseguiu a virada, mais uma vez com Gabriel Vasconcellos: 2×1, resultado que colocou o time paulista “na cola” do Tricolor, a apenas cinco rodadas do final da temporada.

fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.