Por “despetetização”, Casa Civil exonera servidores comissionados

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni exonerou nesta quinta-feira (3) todos os servidores de cargos comissionados e de confiança do ministério comandado por ele. A portaria que determina as exonerações foi publicada em edição desta quinta-feira (3) do “Diário Oficial da União”.

Na quarta-feira (2), Onyx já havia informado a imprensa de que realizaria as exonerações. Segundo ele, a ação tem o objetivo de “despetetizar” a máquina do Estado, que de acordo com o governo foi “aparelhada” ao longo dos últimos anos.

[themoneytizer id=”21651-2″]

Ao longo dos últimos 14 anos ninguém aqui engenhou de achar que não houve um aparelhamento ideológico da estrutura de Estado. Então, que governo nós vamos fazer de centro-direita, de uma aliança liberal-conservadora, se nós não tivermos coragem de dizer – Amigo, a tua ideia é socialista, comunista, volta pro seu órgão. Nos deixa aqui fazer aquilo que a sociedade nos legitimou”.

A portaria publicada nesta quinta no Diário Oficial da União não informou o número de servidores exonerados, mas segundo informações do próprio Onyx Lorenzoni, cerca de 320 comissionados deixarão seus cargos.