Estão abertas as incrições para o programa de residência médica conduzido pela Secretaria Municipal da Saúde em parceria com a Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes). São ofertadas 34 vagas em Medicina de Família e Comunidade; seis em Clínica Médica; quatro em Psiquiatria e duas em Geriatria. As inscrições poderão ser feitas até as 23h59 do dia 2 de janeiro de 2017, pelo site www.feaes.curitiba.pr.gov.br, e custam R$ 350.

Podem participar da seleção médicos graduados, assim como formandos que tenham diploma e registro no Conselho de Medicina. O programa será financiado pelo Programa Pró-Residência, do governo federal, e terá duração de dois a três anos, conforme a especialidade escolhida. Todos os residentes precisam cumprir carga horária de 60 horas. As atividades da residência terão inicio em 1º de março de 2017.

Os residentes serão acompanhados por preceptores em serviços do SUS Curitiba – como unidades básicas de saúde, unidades de pronto atendimento (UPA), Hospital do Idoso Zilda Arns, Maternidade Bairro Novo e outras instituições conveniadas.

“A residência proporciona uma aproximação entre o ensino e o serviço e está vivência, no campo de estágio, qualifica a prática, contribuindo significativamente para a melhora do serviço público”, explica Priscilla Dal Prá, coordenadora do Programa de Residência Médica da Feaes.

Ao todo, 162 residentes foram admitidos pelos programas da Secretaria de Saúde/Feaes, somando as residências multiprofissionais e médicas.

Provas

A avaliação escrita será no dia 21 de janeiro. Já a análise e arguição curricular acontecem entre os dias 9 e 14 de fevereiro e a lista final dos aprovados será divulgada no dia 15 de fevereiro.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (41) 3316-5985
ou pelo e-mail residê[email protected].

Outros detalhes do processo seletivo também podem ser consultado no edital do concurso,
disponível no endereço:

http://www.feaes.curitiba.pr.gov.br/images/ensinoPesquisa/residencia_medica/2016/edital_residencia_medica_2017.pdf.