Secretaria de Estado da Educação do Paraná, Volta as aulas no Colégio Estadual São Paulo Apostolo no Bairro Uberaba, 29-02-16. Foto: Hedeson Alves

Programa prevê educação integral a 12 mil alunos do ensino fundamental

A Secretaria de Estado da Educação vai aderir ao novo formato do programa Novo Mais Educação, proposto pelo Ministério da Educação. No Paraná, serão beneficiados mais de 12 mil alunos das séries finais do ensino fundamental, divididos em 486 turmas em todas as regiões do Estado.

O novo formato é focado nas disciplinas de língua portuguesa e matemática, com o objetivo de garantir que esses estudantes tenham domínio pleno de leitura, escrita e cálculo.

No Estado do Paraná pouca coisa vai mudar com o novo formato, já que a Secretaria da Educação vai continuar a trabalhar com a complementação de 15 horas semanais com aulas extras de língua portuguesa, matemática, artes, cultura, esporte e lazer. “Optamos em continuar a trabalhar com as 15 horas por entender que, ao ter acesso a outras áreas do conhecimento, como cultura, esporte e lazer, o aluno passa pelo processo pleno de formação integral e não se limita apenas às disciplinas comuns da grade curricular”, disse a superintendente da Educação Fabiana Campos.

MUDANÇAS – O novo formato do programa permite que as escolas escolham a jornada escolar entre 5 ou 15 horas semanais. As escolas que optarem pela ampliação de 5 horas vão trabalhar apenas com aulas extras de língua portuguesa e matemática. Já as escolas que preferirem a carga horária de 15 horas trabalharão também com atividades complementares de artes, cultura, esporte e lazer.

A nova versão determina que as escolas que optarem por 15 horas devem obrigatoriamente destinar quatro horas para a disciplina de português e quatro para matemática. O restante da carga horária será dividido entre os demais campos. “Com esse formato o programa fica mais focado no domínio pleno do calculo, escrita e leitura. Antes o Programa era composto por mais de 100 atividades, agora são 27, o que permitirá um melhor processo de planejamento, execução e avaliação”, explicou o chefe do Departamento da Educação Básica da Secretaria, Cassiano Ogliari.

DIFERENCIAL – O Paraná é o único estado em que as atividades são acompanhadas por professores da própria escola. No restante do País, as escolas desenvolvem as atividades com voluntários da própria comunidade que recebem uma bolsa. “Há um custo adicional de 7 mil horas na folha de pagamento, mas com essa medida garantimos que o programa não seja interrompido e também garantimos a qualidade das atividades porque esse profissional tem a formação acadêmica e pedagógica e em muitos casos já trabalha na mesma escola”, lembrou Cassiano.

TURNO ÚNICO – Em 2017, todas as regiões do Paraná terão pelo menos uma escola com a oferta da educação em tempo integral de turno único. Atualmente o Estado do Paraná possui 30 escolas com educação em turno único que atendem mais de 4 mil alunos do ensino fundamental e médio. Para o ano que vem, a oferta será ampliada para mais 17 escolas que vão atender alunos do ensino fundamental. As unidades serão indicadas pelos Núcleos Regionais de Educação.

A ampliação da modalidade faz parte do programa Minha Escola Tem Ação (Meta), da Secretaria da Educação, Plano Estadual da Educação e das Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. “A ampliação da educação integral é uma das metas da Secretaria por entendermos que, quando o aluno permanece mais tempo na escola ampliamos o processo de ensino e aprendizagem, e proporcionamos a esses estudantes o desenvolvimento pleno em diferentes áreas do conhecimento”, lembrou a secretária da Educação, professora Ana Seres.

A ampliação da educação integral também reforça as relações entre escola e comunidade. “Além disso, a permanência do aluno fortalece também a gestão escolar participativa, porque os pais passam a ver a escola de outra maneira”, disse Ana Seres.

A Política de Educação Integral em Jornada Ampliada da Secretaria de Estado da Educação está consolidada por meio de duas propostas de ampliação de jornada: Educação Integral em Turno Complementar e a Educação em Tempo Integral em Turno Único.