Quase 1 milhão de novas linhas de celular são registradas em novembro

O Brasil registrou, em novembro, 986.554 linhas de telefonia móvel a mais que no mês anterior, informa a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

No total, havia 248.448.064 linhas de telefone móveis em operação no País em novembro. Em comparação com novembro de 2015, houve uma queda de 7,85%, redução de 21.163.201 linhas móveis.

Segundo a Anatel, a redução do número de linhas é consequência da diminuição do valor da interconexão entre as redes fixas e móveis e do valor de remuneração de uso de rede das prestadoras móveis (VU-M), que permitiu novas ofertas de serviço com redução nos valores praticados para chamadas para a rede de outra prestadora.

Com preços menores para este tipo de chamada, o mercado de múltiplos chips perdeu espaço, gerando cancelamentos dos consumidores que possuíam linhas móveis de diferentes prestadores. A desaceleração econômica também é um dos motivos.

Os dados detalhados e atualizados sobre os acessos em operação por prestadora, Código Nacional (DDD), unidade da federação (UF), pré-pago e pós-pago e por tecnologia estão disponíveis na página da Anatel.

Pré e pós-pago

Em novembro, os acessos pré-pagos totalizavam aproximadamente 170 milhões de linhas, 68,42% do total, e os pós-pagos 78,46 milhões, 31,58% do total.

Tecnologias

Nas tecnologias, o WCDMA apresentou nos últimos 12 meses, queda de 20,37%, redução de 31.854.374 linhas. E no mesmo período, os acessos de quarta geração (LTE) apresentaram aumento de 148,45%, um total de 33.523.414 linhas.