Rede de Proteção alerta para cadastros incompletos

Os interessados em ter animais atendidos pelo Programa Municipal de Castrações da Prefeitura de Curitiba precisam finalizar o processo de inscrição. A informação é da Rede de Proteção Animal, que está levantando os dados para os agendamentos das cirurgias, programadas para começar ainda em julho.

Além do preenchimento do formulário no site da Rede de Proteção Animal, é preciso comparecer às Administrações Regionais para validar o cadastro e o benefício e garantir a prioridade. “Sem esta etapa, não conseguimos fazer o agendamento e o cadastro fica em aberto”, explica a chefe da Divisão de Monitoramento e Proteção Animal, Vivien Midori Morikawa.

Até agora, foram pouco mais de três mil animais cadastrados. Destes, cerca de 40% ainda estão com a confirmação pendente, aponta o levantamento da equipe da Rede de Proteção Animal. Para completar, é preciso comparecer à Administração Regional mais próxima com o comprovante do benefício e documentos de identificação.

Solução de problemas

Os problemas do sistema, que dificultaram alguns cadastros no início, vem sendo solucionados. Em caso de dúvidas, os responsáveis podem procurar a Rede de Proteção Animal, que também está orientando quem não tenha e-mails para preencher o cadastro.

Passo a passo da inscrição:

1 – Acesse o site da Rede de Proteção Animal;

2 – Clique na área de Castração, no canto inferior direito e, em seguida, no link para o formulário de inscrição;

3 – Informe seu CPF para iniciar o cadastro;

4 – Preencha corretamente seus dados e dos animais;

5 – Informe a forma de inclusão: Armazém da Família; Bolsa Família; ONG-Proteção Animal ou Protetor Independente;

6 – Envie o formulário e anote o protocolo gerado (cada animal inscrito terá um número de protocolo);

7 – Assim que possível, compareça à Rua da Cidadania da sua Regional para validação, portando RG, CPF e comprovante do benefício;

8 – O agendamento do procedimento será feito pela Rede de Proteção Animal por contato telefônico.