Revés na 15ª rodada do Brasileiro

Na noite desta quarta-feira (19), o Coritiba entrou em campo pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro para a disputa contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. O time da casa venceu a partida com um gol no primeiro tempo e mais três no segundo.

Em relação ao último jogo, a novidade do Coxa foi a entrada de William Matheus, adiantado pela esquerda, no lugar de Neto Berola, que entrou na etapa complementar. Rildo e Henrique Almeida (Filigrana) completaram o setor ofensivo. O meio campo ficou por conta de Edinho (Tomas Bastos), Jonas e Matheus Galdezani, sendo que Dodô, Luizão, Márcio e Thiago Carleto montaram o lado defensivo, com Wilson no gol.

O próximo compromisso do Coritiba é no próximo sábado, contra o Flamengo, no Luso Brasileiro, às 19h.

Primeiro tempo com gol da Ponte Preta

Logo nos primeiros minutos de jogo, o Coritiba foi pra cima da Ponte Preta, em busca da

vitória. De fora da área, Rildo cruzou para William Matheus que, de cabeça, não conseguiu finalizar. Depois, Jonas arriscou pela intermediária, mas a bola passou longe.

A primeira chance significativa da Macaca foi aos 5’. Maranhão mandou pro gol, depois de cobrança de falta pela direita, mas Wilson salvou o Coxa. A partir daí, a Ponte começou a ir pra cima do Coxa. Aos 11’, o zagueiro Márcio livrou o time quando a Ponte tentou chegar na grande área. E depois disso, Wilson, outra vez, protagonizou bela defesa. Lucca jogou pra dentro da área e Sheik tentou finalizar. Com os pés, o goleiro coxa-branca mandou pra fora.

Aos 15’, na saída da grade área adversária, Edinho acabou deixando a bola nos pés do camisa 10 do time da casa. Léo Artur aproveitou a oportunidade e marcou.

Pela esquerda, Galdezani invadiu a área, mas estava em posição de impedimento. Em seguida, Dodô invadiu a grande área em velocidade e lançou para Henrique Almeida, que não alcançou. Aos 31’, Galdezani cobrou falta, a bola sobrou para Dodô, que fez o lançamento pela direita. Henrique tentou de cabeça, mas a bola não entrou.

Outra chance teve o Coritiba com William Matheus, que acabou caindo na grande área, no choque com a defesa. A arbitragem não assinalou falta e o jogo seguiu. No contra- ataque, Naldo chutou bem alto e o Coritiba partiu pra frente com Matheus Galdezani que, da intermediária, lança para Rildo, que chutou forte. Se não fosse o goleiro Aranha, a bola teria entrado.

Ponte Preta faz mais três e placar termina no 4×0 para o time da casa

Para o segundo tempo, o técnico Pachequinho promoveu a entrada de Tomas Bastos no lugar de Edinho. Logo nos primeiros minutos, Carleto lançou boa bola para Henrique Almeida, que tentou, mas a bola foi pra fora. Outra alteração, que ocorreu um pouco depois de a bola rolar, foi a substituição de Thiago Carleto por Neto Berola.

A etapa começou sem chances significativas de gol para os dois lados. Aos 15’, Sheik aproveitou um lançamento do alto e, no cantinho direito, marcou o segundo para a Ponte. O Coritiba reagiu com um belo lançamento de William Matheus pela esquerda, mas, mais uma vez, o goleiro Aranha salvou, se esticado todo para a defesa.

Depois disso, o zagueiro Márcio foi fundamental na defesa coxa-branca. O Wilson sal para tentar a defesa e a bola sobrou pra ele, que tirou de cabeça.

Depois de cobrança de escanteio, a bola quase entrou com o chute de Rodrigo. Mas Wilson impede o que seria o terceiro gol do time adversário.

Outra chance do Coritiba foi com Neto Berola. Ele recebeu a boa de fora da área e mandou de longe. Mas, Aranha salvou.

O terceiro gol da Ponte Preta aconteceu aos 39′. Em jogada trabalhada, Sheik cruza para Elton, na entrada da grande área, que volta para Lucca. Sem chances para o goleiro do Verdão.

Aos 43′, a Macaca fechou o placar com o quarto gol. Sheik, outra vez. Ele recebe e chuta de dentro da área.

Fonte: Site oficial do Coritiba

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.