Segurança

Além da Guarda Municipal, que está reforçando a fiscalização para coibir a ação de fura-catracas, a Polícia Militar do governo do Estado também intensificou as abordagens no transporte coletivo de Curitiba, combatendo furtos e roubos no interior dos ônibus.

A 3ª Cia do 13º Batalhão da Polícia Militar, por exemplo, tem mantido reuniões periódicas com a Regional Pinheirinho para fortalecer o diálogo e por meio da integração entre os órgãos dar efetividade às ações na região. Com isso, reforçou o policiamento em linhas específicas na zona sul da cidade, trabalho que contou com apoio também da Guarda e da Urbs.

Segundo o comandante, Luciano Rasera, o trabalho nesta quinta-feira (21/9) envolveu 20 policiais militares. “A ideia, com isso, é inibir furtos e roubos”, disse.

As abordagens começaram a ser feitas no transporte público e nos pontos de ônibus dos bairros Pinheirinho, Xaxim e Capão Raso. “Para realizar esse trabalho, a colaboração dos passageiros é essencial, através de informações e denúncia”, orienta o comandante.

Mais segurança
A ação da PM aconteceu no mesmo dia quem a Guarda Municipal deflagrou a segunda edição da Operação Arapuca, que visa reprimir a prática dos chamados fura-catracas — aqueles que entram no ônibus sem pagar a tarifa.

Na ocasião, 12 adolescentes foram encaminhados à Delegacia do Adolescente, após serem retirados dos ônibus biarticulados por equipes da Guarda Municipal.

A ação ocorreu em duas estações-tubo localizadas no bairro Capão da Imbuia: Del. Amazor Prestes, onde oito adolescentes embarcaram sem pagar a passagem, e Professora Maria Aguiar Teixeira, na qual outros quatro adolescentes furaram a catraca.